25 de maio de 2018

Império da Tijuca realiza mais uma edição do Tardezinha Imperial com roda de samba no próximo domingo

Nenhum comentário :
Após o sucesso das duas primeiras edições a Império da Tijuca fecha o mês com mais uma edição do Tardezinha Imperial, uma roda de samba com convidados e sucesso de público que acontece na quadra da agremiação a partir das 16 horas.
O evento será aberto com o Dj Glauber da Mangueira, depois é o show do grupo Medida Certa, recebendo como convidado especial Alê Lopes. A entrada é franca e haverá a transmissão ao vivo do jogo do Vasco e Bahia pelo Brasileirão. Balde de Brahma ou Antarctica latão custará apenas R$ 30,00 e o bar aceita todos os cartões.

A quadra da Império da Tijuca que no Carnaval 2019 desfilará pela Série A da Lierj buscando a única vaga ao Grupo Especial fica na rua Medeiros Pássaro, número 84, Tijuca.
Serviço:
Tardezinha Imperial
Data:  Todos os domingos
Horário: A partir das 16 horas
Entrada: Franca

PROSA DO FOLIA: Alessandro Tiganá, intérprete da Unidos da Ponte e Camisa Verde e Branco.

Nenhum comentário :
"To mentindo? Eu falo mesmooo!" olha quem tá no prosa desta sexta feira, Alessandro Tiganá, intérprete da Unidos da Ponte e Camisa Verde e Branco.
Foto: Alex Sandro Gardel

Alessandro Tiganá por Alessandro Tiganá  
- E ai galera que acompanha o site Folia do Samba, sou o Alessandro Tiganá, intérprete oficial da Unidos da Ponte, juntamente com o cantor Lico Monteiro e no carnaval de São Paulo sou o intérprete oficial da Camisa Verde e Branco. Sou um cantor que gosto de se entregar ao trabalho com amor, felicidade e muita alegria. Me realizo fazendo a comunidade feliz na hora de cantar o hino.

Como começou o envolvimento com o carnaval ?
- Meu envolvimento no Carnaval começou na escala de samba do bairro onde eu morava em Nova Iguaçu. A escola se chama Unidos do Bandeirantes. Comecei na bateria quando pequeno e como gostava de cantar, ajudei meu tio Júlio César  (Mangueirinha) a defender alguns sambas em disputas. Fui convidado a cantar no Acadêmicos do Boi, uma escola rival do bairro vizinho ao meu (rsrs...), além de fazer parte da Bateria do Leão de Nova Iguaçu, onde fui surdo de terceira até 2003. Em 2004 fui convidado a participar de uma graduação para um samba que iria entrar na disputa no Leão. Chegando no estúdio, o cantor que iria gravar passou mal e eu tive que gravar. Então defendi o samba na disputa e fomos campeões, sendo que o intérprete da escola era o Pixule, que me convidou a fazer parte do time de canto naquele ano. Em 2005 o Pixulé foi para Inocentes de Belford Roxo e me indicou para ser o cantor da escola e aqui estou no mundo do Carnaval.

Por quais agremiações você já participou ?
- Como apoio eu passei pela Portela, União da Ilha, São Clemente, Renascer de Jacarepaguá e Arrastão de Cascadura. Como oficial, Acadêmicos do Boi, Leão de Nova Iguaçú, União de Jacarepaguá, Camisa Verde e Branco (SP), Alegria da zona Sul, Embaixada Copa Lorde (SC), Nação Guarani (SC), Mocidade Alegre (SP) e Unidos da Ponte.

Como veio o convite para ser intérprete da Unidos da Ponte ?
- Então... Surgiu o convite por parte da direção da escola, por intermédio do Mestre Vitinho. Este será um ano bom pra escola que já vem crescendo há alguns anos e se fortalecendo bastante. Me passaram a ideia do projeto que a diretoria está implantando para o Carnaval de 2019, que por sinal é um excelente projeto, então prontamente eu aceitei participar e me juntar ao Lico Monteiro, que já era intérprete da escola. O Lico é um cara que respeito bastante e já conheço há bastante tempo, por isso tenho certeza que iremos realizar um ótimo trabalho, fazendo a nação meritience cantar muito.
Foto: Arquivo Pessoal

Qual o segredo para o intérprete conseguir contagiar o público e sua comunidade ?

- Não tem segredo (rsrsrs...) Basta ter humildade pra ouvir e aceitar o que a sua comunidade pede, além de ter carisma para o público.

Para você qual a diferença entre o carnaval do RJ e SP ?
- A diferença entre Rio e São Paulo se dá, principalmente, no tratamento e o respeito conosco. No carnaval de São Paulo somos tratados com mais profissionalismo, sem contar que financeiramente lá é infinitamente melhor que aqui no Rio. o cantor tem um time de canto onde todos são remunerados mensalmente, já no Rio nem todas as escolas fazem assim. Em São Paulo eles disponibilizam um fonoaudiólogo, enquanto aqui no Rio se o cantor quiser, tem que pagar do próprio bolso. E por aí vai....

Como funciona a sua preparação para a folia ?
- Muita água, maçã, dormir bastante, exercícios vocais e corporal.
Foto: Arquivo Pessoal

Qual a mudança que o carnaval fez na sua vida ?
- Reconhecimento, respeito, seguidores e etc.

O que o carnaval significa para você em apenas uma palavra ?
- Gratidão

Aquele recado especial do Alessandro Tiganá para os internautas do Folia do Samba e amantes do seu trabalho
- Agradeço primeiramente a Deus e aos meus orixás, é claro. Agradeço a vocês do Folia do Samba pela oportunidade de poder falar um pouco da minha vida profissional e a todos que me acompanham, que curtem meu trabalho. Sou muito grato a todos, do fundo do meu coração. Muito me honra!
"To mentindo? Eu falo mesmooo!"
Foto: Arquivo Pessoal

24 de maio de 2018

Ouça os sambas concorrentes da Colorado do Brás para 2019

Nenhum comentário :

Os compositores interessados em divulgar seu samba no site FOLIA DO SAMBA devem enviar o áudio, letra e parceria para o email foliadosamba@outlook.com


Acerola de Angola, Marcelo Jacaré, Marcos Thiago, Rapha Maslionis, Bruno Pelé, André Luiz, Rafael Mãozinha e Cacá Camargo

André Ricardo, Toninho Mitras, Marquinho JB, Didi Poeta, Vagner dos Santos, Marcelo Zola, Katar e Macaco Branco

Douglas Chocolate, Kleber Souza, Jefferson Souza e Vitor Balvetti

Jairo Roizen, Sukata, Hermes Sobral,Valêncio, Filosofia, Washigton Rocco,Marco Moreno, Tavares, Tubino e Meiners

Rafa do Cavaco, Silas Augusto, Turko, Zé Paulo, Maradona, Luís Ferracini e Fábio Souza

Wladi, Bruno Muleke, Mingau, Alex, Fadico e André União

Paulo Senna, Léo do Cavaco, Alemão do Pandeiro, Renne Campos e Sergio Centenário

Leonardo Bessa, Alex Fú, Bronka, Chaynne Santos, Kalu,  Niu Souza, Josépi Tiganá e William Garoa

Tchelo, Digo Sá, Neuber, Alex Soares, Marcelo Veronez, Reinaldo Papum, Carlão, Sidnei, Jhonatan e Cláudio

James Bernardes, Diego Chocolate, Ryan Douglas, Cesar Ouro, José Mário, Douglas Ribeiro, Diogo Moreira, Fabíola Assed, Zé Paulo e Serginho Motta


Marcio Pessi, Edson Daffé, Evandro Bocão, Pereira e Marcelo

Biel, Fabiano Sorriso, Juninho Berin, Lucas Donato, Marcos Vinícius e Thiago de Xangô.


Peu, Walter Jr, Jairo Limozini, Sales Genteboa, J. Santos, Daniel Collette, Carioca e Fernandão Tamarutaca

Porto da Pedra entrega sinopse na próxima segunda, 28

Nenhum comentário :
O presidente Fabio Montibelo convida todos os compositores, comunidade e segmentos da Unidos do Porto da Pedra, para a entrega da sinopse do enredo "Antonio Pitanga, um negro em movimento", desenvolvido pelo carnavalesco Jaime Cezario. 

O encontro, acontecerá na próxima segunda feira, dia 28 de maio, na quadra da agremiação, a partir das 20h, e contará com a presença do homenageado para o carnaval 2019, Antonio Pitanga.




Escolas despejadas pedem ajuda

Nenhum comentário :
Dirigentes das escolas de samba, Inocentes de Belford Roxo, Alegria da Zona Sul e Acadêmicos de Santa Cruz, reuniram-se, esta semana, em Santo Cristo, para criar um documento pedindo auxilio á Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Riotur, para que possam obter um local para guardar e confeccionar suas alegorias. O motivo é que estão sendo despejadas do espaço que utilizam, na Zona Portuária. 


A Alegria da Zona Sul deixou provisoriamente suas alegorias em um terreno vazio, pois foi obrigada a retirar-se imediatamente. A Inocentes e Santa Cruz ficarão desalojadas em breve. Assim que forem notificadas pela Justiça, terão 30 dias para se retirar de seus barracões, na Avenida Pereira Reis, na Binário. A consequência disso é que serão 10 carros alegóricos com mais de 10 metros cada e mais equipamentos que ficarão largados na rua.  

- "Nós fazemos o maior espetáculo da Terra, geramos centenas de empregos diretos e indiretos todo ano, além de trazermos milhões de turistas para nossa cidade. Estamos falando de um negocio que trás bilhões em dinheiro para o município. É justo pedirmos socorro a quem prestamos serviço. Precisamos de uma solução, porque já temos que preparar o desfile de 2019. A partir do dia 5 de junho, quando acontecer o sorteio da ordem dos desfiles, das escolas da Lierj, que desfilam na sexta e no sábado, no Sambódromo, começa a nossa contagem regressiva para o Carnaval"- disse Reginaldo Gomes, presidente da Inocentes de Belford Roxo. 

   Para atender as necessidades das agremiações é necessário que o novo espaço tenha uma infraestrutura para os profissionais trabalharem e seja de fácil acesso para o  deslocamento das alegorias.

Unidos de Bangu inicia recadastramento das Alas de Comunidade na próxima terça

Nenhum comentário :
Seguindo o planejamento para o próximo carnaval, a diretoria da Unidos de Bangu vai iniciar na próxima terça-feira (29), o recadastramento de suas Alas de Comunidade. Todos os componentes que renovarem seus cadastros ganharão uma carteirinha e uma camisa do enredo 2019 da escola.

O recadastramento poderá ser feito de terça a domingo, das 10h às 20h, com a apresentação de um documento de identidade, uma foto 3x4 e a taxa de R$50A sede da Unidos de Bangu fica na rua Francisco Real, 1445 (Piscina do Bangu Atlético). A Agremiação Branco e Vermelha será a primeira a desfilar no sábado de carnaval (02/03/2019), na Marquês de Sapucai.

23 de maio de 2018

Conheça o enredo da Imperador do Ipiranga para 2019

Nenhum comentário :
A Imperador do Ipiranga divulgou nesta quarta-feira (23) através das suas redes sociais o seu próximo enredo no carnaval 2019. O tema é inspirado em um poema de Jorge Amado onde narrará as peripécias de EXU o primeiro no panteão dos orixás, um enredo irreverente, autêntico sobre um novo olhar no fazer Carnaval.

 "Òrun Aiyê e o mensageiro do mundo" será desenvolvido pelo carnavalesco Fábio Gouvêia. A explanação do enredo e apresentação de nova diretoria que será no dia 28 de Maio às 20h.

A Imperador do Ipiranga desfilará pelo grupo de acesso 2 no carnaval de São Paulo em 2019.


PROSA DO FOLIA: Rafael Falanga, presidente da Mocidade Unida da Mooca

Nenhum comentário :
Com um dos desfiles mais surpreendentes do carnaval 2018 a MUM foi campeã do acesso 2 em São Paulo. Hoje o Folia do Samba bate um papo com o gestor da escola que já trabalha firme para o carnaval 2019. No "Prosa do Folia" Rafael Falanga, presidente da Mocidade Unida da Mooca.
Foto: Alex Sandro Gardel

Rafael Falanga por Rafael Falanga 
- Difícil falar de si mesmo, mas eu sou um grande sonhador! Reajo rápido a situações adversas do dia a dia, sou um tanto agitado, curiosidade (Tomo litros de café diariamente em tempo de carnaval), durmo pouco e a pressão diária me motiva. Obtive ótimos resultados em condições adversas, superamos dois descensos da MuM. No carnaval passei por muitas provações que por má condução de um projeto acabei pagando preços altíssimos. Me reinventei para superar, tive que entender rapidamente os caminhos que deveria percorrer. Além disso, tive que me analisar e entender meus excessos para poder começar a trabalhar uma busca pelo equilíbrio. 

Como começou o envolvimento com o carnaval ?
- Comecei na ala de crianças da MuM em 1993, escola que pai, Roberto Falanga, fundou com amigos do bairro da Mooca e presidiu por mais de uma década. 

O que podemos esperar da Mocidade Unida da Mooca para 2019 ? 
- Um grande resgate do SAMBA na sua mais íntima originalidade, a essência que nos deu base para estarmos aqui hoje, a Raiz que ficou para traz, memórias de um desfile original de escola de samba, que pelo tempo estão esquecidas. Resumidamente: a MuM não vai simplesmente desfilar, vamos sambar no Anhembi, com as mais autênticas performances de um carnaval romântico e tradicional. 

A agremiação fez um belíssimo desfile no grupo de acesso 2 e foi muito elogiado pela mídia. Isso se torna uma responsabilidade a mais para o desfile de 2019 ?
- Muitos podem até pensar que isso é um motivo de pressão, mas te afirmo que não é, pois a mídia é um agente motivador. Nós amamos fazer carnaval e a oportunidade do Acesso, além de inédita na história da nossa escola, é algo por qual eu esperei, sonhei e me preparei para isso, não chegamos por um acaso do destino, foi um fruto de muito trabalho e determinação da nossa comunidade. 
Foto: Alex Sandro Gardel

Você tem alguma inspiração no samba?
- Eu tenho um carinho imenso pelo presidente Markinhos, da Tom Maior, que infelizmente nos deixou há alguns anos. Ele foi um dos carismas mais emblemáticos que eu tive o prazer de conhecer, ainda menino, e observar como atuava.  Sempre enxerguei nele o modelo ideal de gestor de pessoas.

Como funciona a sua preparação para a folia ?
- Tenho grandes amigos, nossa preparação se dá como a de qualquer escola que luta para se organizar. Planejamento, metas diárias, acompanhamento e conferencia. Somos todos amigos, mas num projeto de carnaval não existe o meu "tempo" ou o tempo do fulano; existe o tempo do projeto. Eu troquei no meu processo de trabalho a palavra "Confiança", pela palavra Conferência e isso funciona muito bem. 
Foto: Reprodução Facebook


Qual a mudança que o carnaval fez na sua vida ?
- Eu venho de baixo, disputei grupos onde as condições de preparação e a subvenção eram totalmente precárias. O Carnaval me ensinou a encarar de frente as adversidades, me fortaleceu e eu aplico muito do que vivo neste "mundo paralelo" em minha vida pessoal e profissional. O carnaval é uma grande escola. de vida!

Você é presidente mas o samba no pé, você tem ?
- Sou um dos presidentes mais novos das escolas filiadas a Liga e já tentei ser mestre-sala quando criança, adoro a arte, mas confesso que não é meu ponto forte. Porém nunca é tarde, vou ver se nosso primeiro mestre-sala, Jefferson Gomes, pode me dar umas aulas durante a jornada rumo ao carnaval 2019.

O que o carnaval significa para você em apenas uma palavra ?
- Felicidade

Aquele recado especial do Rafael Falanga para os internautas do Folia do Samba e amantes do seu trabalho. 
- Agradeço o apoio de todos que sempre nos incentivam, agradeço aos amigos do Folia do Samba pelo espaço e por dedicar um tempo à nossa MuM. O recado é que para você sambista, seja sempre um "humano" antes de qualquer rótulo ou cargo que o samba te der. Que a nossa estrela maior seja sempre o Manto Sagrado que defendemos e que a nossa dedicação esteja sempre acima do ego e da vaidade que são os maiores vilões do samba Brasileiro. Beijo do presida!
Foto: Reprodução Facebook

Clara Nunes será enredo da Portela no carnaval 2019

Nenhum comentário :
'Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá' é o título do enredo da carnavalesca Rosa Magalhães
 
A brasilidade e o legado da cantora portelense Clara Nunes (1942—1983) serão retratados no enredo que a Portela levará para a Avenida no Carnaval 2019. O anúncio oficial da homenagem foi feito pela diretoria, nesta quarta-feira, através de um vídeo publicado nas redes sociais da agremiação, que é a maior campeã do Carnaval do Rio (22 campeonatos). O título do enredo é "Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá."

O tema vai ser desenvolvido pela consagrada carnavalesca Rosa Magalhães, que revelará mais detalhes no lançamento da sinopse aos compositores. A data do encontro será marcada em breve. 

 
Ao falar sobre a escolha, o presidente Luis Carlos Magalhães destacou o antigo desejo da comunidade pelo enredo. "Todo ano os portelenses cobram isso da gente. 'Quando que vai ser a vez da Clara, quando?' Aí esse ano como tem a data redonda dos 95 anos de fundação da Portela, e nós já estávamos falando que iríamos fazer um enredo pra dentro da escola, contando algo da nossa história, ficou difícil não fazer. As pessoas estavam nos cobrando e perguntando diretamente o motivo de não ser a Clara esse ano, se havia algum impedimento familiar. Nós já tínhamos a intenção de fazer esta homenagem, sempre tivemos. E o movimento cresceu muito... Nós estávamos em conversa lá com o pessoal de Caetanópolis (cidade natal de Clara, em Minas Gerais), mas a coisa explodiu tanto internamente que resolvemos lançar o enredo agora, do nosso jeito."


Link do vídeo divulgado pela Portela no Facebook 

Unidos de Manguinhos apresenta seu enredo para o carnaval 2019

Nenhum comentário :
Uma das escolas que mais chamou atenção entre as que permaneceram no Grupo E do Carnaval Carioca, a Unidos de Manguinhos acabou de divulgar seu enredo para 2019. A Verde, Rosa e Branco da Zona Norte vai mostrar o 'Carnevale', na Intendente Magalhães, com desenvolvimento do carnavalesco Diângelo Fernandes. 


- 'Carnevale' é o nosso carnaval! Vamos deixar a emoção tomar conta de nós e, mesmo que em poucos dias, brincar sem pensar no amanhã e com a força de um sorriso, transformar nossa cidade - declarou o carnavalesco Diângelo. 

O desfile da Unidos de Manguinhos vai trazer Arlequim, Pierrô e Colombina, a tríade da folia, que será anfitriã e coroará Momo o rei da festa, mais uma vez mostrando as variedades culturais que transformarão uma simples brincadeira no maior espetáculo popular do planeta.

A Unidos de Manguinhos prepara uma festa para apresentar oficialmente o enredo para sua comunidade. No dia 03 de junho acontecerá mais uma edição da Feijoada da Amizade com o cantor Bruno Maia, festa adiada por conta das chuvas que caíram no Rio de Janeiro durante a semana passada.

União do Parque Curicica anuncia coreógrafos da comissão de frente

Nenhum comentário :
O G.R.E.S. União do Parque Curicica, reforçando a sua equipe para o carnaval de 2019, anuncia o retorno de Marcello Moragas e Marcelo Chocolate no comando da comissão de frente.

Marcello Moragas e Marcelo Chocolate, já tiveram passagem pela agremiação em 2016 na Séria A, quando realizaram um belíssimo trabalho que garantiu ótimas notas no quesito.
Os coreógrafos tem passagem pela Estação Primeira de Mangueira e Acadêmicos de Santa Cruz.


- Felicidade imensa de retornar a essa agremiação tão querida. Iremos trabalhar com muito empenho para trazer a pontuação máxima para a agremiação e voltarmos para Série A na Marquês de Sapucaí, disse Marcello Moragas.

- Estamos muito felizes com o retorno dessa dupla de profissionais que fez um lindo trabalho no carnaval de 2016. Eles fazem parte da família Curicica e é muito bom poder contar com o carinho e a dedicação deles por nosso pavilhão, disse a presidência da escola.

O G.R.E.S. União do Parque Curicica, será a quinta escola a desfilar, na Terça-feira de Carnaval pela Série B, dia 05/03/2019, na passarela popular da Intendente Magalhães.

Na casa da Vila, todo mundo bebe e todo mundo samba

Nenhum comentário :
A Unidos de Vila Isabel traz de volta de nesta sexta-feira, dia 25 de maio, um dos grandes eventos de sua história recente. O Casa de Bamba começa ás 21h e contará com uma reunião de grandes talentos do samba. Dorina, Juliana Diniz, Gera, Marquinhos Satã, Marcelinho Moreira e Dunga são as atrações principais do evento, que ainda contará com as participações especiais de Xande de Pilares e do grupo Bom Gosto. A apresentação é de Jorge Perlingeiro.


Os ingressos de pista custam R$ 30 e podem ser adquiridos na secretaria da quadra ou nas lojas South de Leblon, Barra Shopping, Rua do Ouvidor, Méier, Norte Shopping, Nova América, Shopping Tijuca, Via Parque e Plaza Shopping Niterói. Mesas para quatro pessoas, à venda somente na quadra, saem e R$ 150. E os camarotes, também só na quadra, custa, R$ 500 (10 pessoas) e R$ 750 (15 pessoas). A quadra da azul e branca fica no Boulevard 28 de setembro, 382, em Vila Isabel. Informações pelo telefone: (21) 2578-0077.

Sanne Bellucci volta ao carnaval do Rio e será madrinha de bateria na Vila Santa Tereza

Nenhum comentário :
Após a chegada de sua nova Rainha de Bateria, a Unidos da Vila Santa Tereza anunciar que, seguindo a tradição, terá também uma Madrinha em 2019. Sanne Bellucci irá retornar ao 'Maior Espetáculo da Terra', desfilando ao lado de Carol Menezes à frente da Bateria Pegada de King na Intendente Magalhães.

Com 30 anos de avenida, Sanne já foi passista e musa da Viradouro e da Portela, onde foi aluna da Nilce Fran. Desfilou também como musa da Renascer de Jacarepaguá e Império da Tijuca, foi rainha das baterias da Boi da Ilha e Vicente de Carvalho, além de ter sido madrinha na Unidos do Jacarezinho.

- Eu não consigo nem explicar a emoção que está dentro de mim neste momento. Eu já havia decidido participar do carnaval apenas como expectadora, mas a paixão falou mais alto com este convite da presidente Patricia Drummond, que é minha amiga e aqui estou eu novamente para honrar este pavilhão e esta bateria - contou, Sanne.


Conhecida no meio do carnaval como a 'Rainha dos Faisões', Sanne Bellucci não desfilava desde 2017. A chegada da nova madrinha foi aprovada por toda a diretoria, além da Rainha Carol Menezes, que já tem uma história na agremiação.

- Faz parte da tradição de nossa escola ter uma rainha e uma madrinha à frente da nossa bateria, sempre foi assim. Quando a presidente Patricia falou sobre a Sanne ficamos todos felizes por ser uma pessoa com um nome no carnaval e que tem samba no pé. Tenho certeza que iremos representar bem na Intendente - declarou, a rainha Carol.

A Unidos da Vila Santa Tereza será a 10ª escola a desfilar pelo Grupo C na segunda-feira de carnaval, quando irá apresentar o enredo 'Sob um olhar negro: Valongo, a história de um cais', desenvolvido pelo carnavalesco Plínio Santtos.

Jesse da Cruz e Victor de Oliveira são os novos coreógrafos da Tradição

Nenhum comentário :
Buscando fortalecer seus segmentos em busca do título do Carnaval 2019, a Tradição acaba de anunciar, através da sua presidente Raphaela Nascimento, a dupla que ficará responsável pela comissão de frente da azul e branco: Jesse da Cruz e Victor de Oliveira. A dupla, que tem ampla experiência no Carnaval, comandará a comissão de frente rumo às notas máximas no próximo desfile.

Com mestrado em Educação pela Universidade de Blumenau (SC) com a linha de pesquisa de Educação, Cultura e Dinâmicas Sociais, com foco no estudo do Corpo Negro na Dança, Jesse da Cruz faz parte do grupo de pesquisa Educogitans, que aborda as tendências teórico-metodológicas na Educação, Educação Física, Educação Comparada e Educação Intercultural no Brasil, América Latina e Caribe, e a educação intercultural na perspectiva freireana, que forma parte da linha de pesquisa Educação intercultural na América Latina e no Caribe: algumas tendências teórico metodológicas; além de idealizador do Congresso Brasileiro de Dança Educacional. 

Ele também é coordenador nas Especializações do Centro Sul Brasileiro de Pesquisa Extensão e Pós-Graduação nos cursos de Artes Cênicas e Dança Educacional e no Curso Técnico em Dança do Grupo AZ ARTE Joinville/SC; docente na UNIFEBE (Universidade de Brusque, desde 2016) na cadeira de Dança e Saúde no núcleo de Educação Física e professor substituto na FURB desde 2017, nos cursos de Teatro e Música nas disciplinas de Projetos e Produções Culturais, Dança Cênica e Teatro de Formas Animadas; membro do NEAB (Núcleo de Estudo Afro-Brasileiro); produtor cultural, pois desenvolve pesquisa e trabalhos em produções nacionais como fomentação do Boi Garantido em Parintins/AM (2017); coordenador do Festival de Dança de Joinville (2013, 2014, 2015); diretor coreográfico do Afoxé Omilodê; e coordenador artístico do Mês da Consciência Negra (2014, 2015, 2016 e 2017). 
Presidente Raphaela Nascimento com os novos coreógrafos da comissão de frente da Tradição

Premiado no campeonato Sul-Americano, 32º e 34º do Festival de Dança de Joinville, Jesse da Cruz tem trabalhos coreográficos e de pesquisa como convidado junto à Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Como assistente de comissão de frente, ele atuou com alguns coreógrafos como Jardel Lemos, atuando como coreógrafo de comissão de frente há mais de oito anos passando por algumas escolas no estado de São Paulo, Santa Catarina e, chegando agora, ao Estado do Rio de Janeiro. Os trabalhos realizados em comissão de frente foram nas agremiações Dascuia, Unidos do Paulas, Unidos pela Diversidade, Caldeirão do Samba e Dragões do Samba.

"Agradeço a presidente Raphaela Nascimento pelo convite de estar atuando junto à família Tradição e de acreditar em meu trabalho na criação, idealização e elaboração da comissão de frente para o Carnaval 2019. A proposta será desafiadora por várias questões, primeiro pela longa vida da escola assim respeitar a Tradição, a comunidade e todo processo ancestral em que a escola atua. Coreograficamente o trabalho será feito com muito fundamento de pesquisa, estudo, experimentação, pois mesmo sendo na Série B, iremos levar à Avenida uma qualidade técnica, artística e coreográfica de nível especial, pois acredito na qualificação e qualidade no trabalho da comunidade. Surpresas estão por vir dentro da montagem, assim como nossa presidente mencionou em nosso primeiro contato: a comissão deve apresentar muita novidade. No contato discutimos inúmeras idéias, espero que a população possa nos acompanhar no processo da montagem, assim como prestigiar na Avenida um trabalho consistente, com qualidade de estudo e beleza estética", destacou Jesse da Cruz. 

Para acompanhar Jesse da Cruz, a escola também apresentou o coreógrafo Victor de Oliveira, graduando em Dança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, atua como intérprete-bailarino da Companhia de Dança Contemporânea da UFRJ. Sua trajetória se deu na investigação e criação em dança, através da pesquisa em linguagens coreográficas. 

Ele integrou o Grupo de Pesquisa em Artes do Corpo/GPAC, da UFRJ, de 2014 a 2017; foi intérprete bailarino da Companhia do Repertório do Departamento de Arte Corporal da UFRJ, de 2014 a 2016; esteve como intéprete bailarino na Companhia de de Dança Contemporânea da UFRJ; realizou a Abertura do Festival Internacional XV Edición del Encuentro Internacional de Danza Y Artes Contemporáneas Crear On Libertad (Paraguai, 2016); e também da residência artística/criação coreográfica, Cia Cocoa Para Tres Danza do México Centro Coreográfico do Rio de Janeiro (2016).

E ainda: técnica clássica e jazz, Academia Ponte de Dança, mestres Harley Charles, Kátia Bueno Cerezer e Heleonora Luccas (Amparo, São Paulo), de 2010 a 2014; tecido acrobático, Projeto Tiê, dança e tecido acrobático (UFRJ), 2014; técnica clássica, Centro de Arte Nós na Dança - CAND (bolsista), 2015; dança moderna, Centro de Arte Nós na Dança - CAND (bolsista), 2015; sapateado, Academia Ponte de Dança (Amparo, São Paulo), 2012.  

Victor atuou como como bailarino e assistente coreográfico no Carnaval Carioca em parceria com Jardel Augusto Lemos na Acadêmicos do Sossego (2017), Alegria da Zona Sul (2016), Unidos de Bangu (2016), Em Cima da Hora (2015) e União de Jacarepaguá (2015), como intérprete bailarino; e Acadêmicos do Sossego (2018), União do Parque Curica (2018) e Bom da Bocas (2018), em Três Rios, como coreógrafo assistente.

"É com imenso prazer e um sentimento profundo de gratidão que chego junto dessa grande força que a Tradição representa no Carnaval carioca. Acredito que 2019 será o ano de muitos desafios e oportunidades de construirmos juntos um Carnaval conectado com o seu tempo. Não tenho dúvidas de que juntos, vamos construir um Carnaval histórico para a família Tradição e para o público da Intendente Magalhães", ressaltou. 

21 de maio de 2018

PROSA DO FOLIA: Alemão do Cavaco, diretor musical da Mangueira

Nenhum comentário :
Ele foi um dos compositores do samba da Mangueira nesse ano, diretor musical da escola carioca e há quatro anos comentarista da transmissão do desfile das escolas de São Paulo, pela TV Globo. Integrante do grupo Dose Certa. Hoje é dia de Prosa do Folia com Alemão do Cavaco.
Foto: AUGUSTO WYSS 

Como começou o envolvimento com o carnaval?
- Há muito tempo, eu era garoto e ficava encantado com os desfiles e os sambas. Quando eu era adolescente, tinha um diretor de harmonia da Camisa Verde e Branco que morava no meu prédio, ele viu o meu amor pelo carnaval e me levou a conhecer a escola. Junto a isso, eu sendo Corinthiano, já frequentava os estádios e a Gaviões da Fiel tinha saído da condição de bloco para ser escola de samba. Fiquei sabendo disso em um jogo e me convidaram para conhecer os ensaios e a quadra. Desde então, não parei mais. 

Por quais agremiações você já participou?
- Com cargos de importância, Gaviões da Fiel, Caprichosos de Pilares, União da Ilha e X9 Paulistana e, claro, Estação Primeira de Mangueira, onde voltei a exercer o cargo de diretor musical, mas já desfilei em diversas baterias, por ser uma paixão e para ajudar alguns amigos. 

Como veio o convite para ser diretor musical da Mangueira?
- Já havia sido diretor musical de 2013 a 2015, a escola sempre me citou e a comunidade também fazia alguns pedidos. É uma honra estar de volta. Lembrando que nunca saí da escola porque sou da ala de compositores. 
Alemão do Cavaco e o Presidente Chiquinho da Mangueira

Na sua visão qual a principal função de um diretor musical?

- É fazer com que a harmonia musical da escola esteja em sintonia perfeita entre bateria, carros de som e canto das pessoas. Tudo tem que errar arranjado e ensaiado da melhor maneira para que reflita no desfile com o seu sucesso, contribuindo com as notas de harmonia, samba enredo e bateria. 

Qual a diferença entre o Alemão da Mangueira para o Alemão integrante do Dose Certa?
- Há bastante. O da Mangueira é um apaixonado sambista que se dedica ao melhor resultado de uma disputa e se preocupa com o carro de som, a bateria e o canto da escola. Além disso, é rígido e firme nos ensaios, às vezes, até autoritário, mas sempre  procurando o melhor, respirando sua bandeira e as pessoas. 

O do Dose Certa já tem os seus integrantes / companheiros como sócios e parceiros no mundo artístico, buscando um espaço para um projeto de vida e pessoal na MPB e  quer eternizar o seu nome como instrumentista e compositor no mundo do samba, e  a preocupação não é com a disputa e sim, com os fãs. 

O Dose Certa acabou de lançar o samba ‘Solteirice’ com a participação do Alexandre Pires. Como está sendo a repercussão?
- Está sendo fantástica! Mesmo sem os recursos financeiros esperados pra se fazer um lançamento tão grandioso no mercado de hoje, conseguimos, em pouco tempo, números  extremamente expressivos, como mais de 160 mil streamings e de um milhão de impressões no YouTube e a música está sendo aceita em algumas rádios e já pedida em shows. Alexandre é um irmão de longa data, mas essa música e essa parceria nos aproximaram ainda mais. Além de tudo, ele é mangueirense (Risos).
Dose Certa / Foto: AUGUSTO WYSS 

Quais os próximos passos do grupo?
- No momento, o objetivo é divulgar muito ‘Solteirice’ e outras canções em todos os veículos, também estamos com novas parcerias em vista e, em breve, teremos muitas novidades.

Como você concilia o trabalho na Mangueira com o do Dose Certa?
-É difícil, mas sou muito organizado e prático em questão de agenda. Não gosto de perder tempo e nem de fazer ninguém perder o seu. Organizo a agenda e faço muito o uso de tecnologias como drives e partituras online. Porém, quanto mais o calendário aperta, precisamos nos ver e ensaiarmos mais, sempre buscando a perfeição. 

Como funciona a sua preparação para a folia?
- Como disse, já venho me preparando há meses. Não deixo nada pra última hora, pois quando chega nela, já tem que estar tudo muito ensaiado e seguro. De tanto nos dedicarmos e aproveitarmos com antecedência, a proximidade do dia só nos deixa mais ansioso, porém já sabendo o que temos que fazer.

Os dias antes do são extensos e muito cansativos, mas procuro, na última semana, deixar o time mais tranquilo e descansado pois o que tínhamos que fazer, já foi feito. 

Qual a mudança que o carnaval fez na sua vida ?
- Muita! Primeiro, a emoção, a paixão, o arrepio, posteriormente a admiração e o conhecimento técnico e histórico.  Fiz muitas provas de história e geografia com sambas enredos. Se as pessoas soubessem da riqueza cultural que temos por trás de um desfile, da riqueza teatral, artística e musical, essa festa teria um valor imensurável. Infelizmente, a queda do ensino nas escolas / colégios e o baixo nível cultural que vive a nossa música comercial, destruíram um pouco essa magia. Mesmo assim, entra e sai ano e as pessoas dizem que irá acabar que ninguém mais gosta dos desfiles e continuamos a ver, a cada ano, os locais de desfiles mais lotados e disputados. Mesmo que infelizmente ainda muitas pessoas sem saberem do que se trata e mal sabendo cantar um samba, mas o carnaval me abriu uma outra visão sociocultural e é emocional pra vida. 

O que o carnaval significa para você em apenas uma palavra?
- Espetacular!

Aquele recado especial do Alemão para os internautas do Folia do Samba e amantes do seu trabalho
- Não seria um recado, mas um agradecimento enorme às pessoas que ainda conseguem amar e respirar os momentos dessa festa tão magnífica que envolve um trabalho tão sério de tanta gente e que ainda diverte e informa a todos. 
Espero que este público cresça cada vez mais e que possamos abrir os olhos e continuarmos protestando, aprendendo e divertindo com o maior espetáculo da Terra. 

Foto: AUGUSTO WYSS 

Unidos de Bangu anuncia novos coreógrafos para sua comissão de frente

Nenhum comentário :
Luiz Carlos e Natasha Lima terão a missão de abrir o desfile da Bangu em 2019

A Unidos de Bangu vem apostando em novos talentos do samba para compor sua equipe de carnaval 2019. A nova contratação da diretoria é a dupla de coreógrafos Luiz Carlos e Natasha Lima, que já tem 15 anos de estrada dentro e fora do país, além de diversas premiações, inclusive no carnaval do Rio de Janeiro.

- Será a primeira vez que levamos a nossa Comissão de Frente e trabalho coreográfico para a Sapucai, então nossa expectativa é a melhor e maior possível. Adrenalina, emoção e garra nos resume para o Carnaval 2019 com a Bangu - contou, Luiz.


Dançarinos, professores e coreógrafos, Luiz Carlos e Nathasha Lima são parceiros de trabalho desde 2012. Conquistaram o Mundial de Gafieira em 2013, casal revelação de dança de salão em 2014, melhor aula do Sambrasil 2017 e são idealizadores do Internacional Samba Day. Luiz e Natasha chegam com a bagagem de três desfiles e quatro premiações pela Lins Imperial entre 2016 e 2018.

- Nossas comissões são marcadas pela dança, sincronismo e aquela surpresa que dá o brilho final à todo o trabalho.
A comunidade pode esperar comprometimento e respeito através do árduo trabalho de uma equipe que ama o Carnaval e que terá sempre uma gratidão pela oportunidade de estrear na Sapucai através da Unidos de Bangu - declarou, Natasha.

A diretoria da Unidos de Bangu vem seguindo uma linha de valorizar os novos talentos do carnaval do Rio de Janeiro. O Diretor de Carnaval Jefferson Carlos reforça a importância de seguir este caminho, juntamente com a presidência da agremiação.


- O carnaval precisa de renovação, de novas oportunidades. A cada ano vem surgindo novos talentos e tem espaço para todos, cada um aproveitando suas oportunidades. Estamos fazendo um planejamento dentro da nossa realidade, mas com compromisso e espetáculo. Já estamos tirando lições positiva e negativas dos anos anteriores para fazer um belíssimo carnaval - declarou o diretor.

Primeira a desfilar no sábado de carnaval em 2019, a Unidos de Bangu levará para a Sapucaí o enredo “Do Ventre da Terra, raízes para o mundo”, desenvolvido por Alex Oliveira e Edson Pereira, carnavalesco e diretor artístico. A Branco e Vermelho da Zona Oeste abrirá a segunda noite de desfiles do Grupo A em 2019.

Quadra da Portela receberá roda de samba do Candongueiro

Nenhum comentário :
Os órfãos do Candongueiro já podem comemorar. A convite do presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, os fundadores da tradicional casa de samba de Niterói, Hilton Mendes e Hilda Bastos, vão levar a famosa roda de samba para a quadra da azul e branco de Oswaldo Cruz e Madureira, no dia 26 de maio, a partir das 14h, com as participações especialíssimas de Wilson Moreira e Nei Lopes.

"Vamos promover um grande encontro cultural entre a Portela e o Candongueiro, que sempre foi uma das rodas de samba mais importantes do Brasil. A ideia é reproduzir na Portela todo aquele clima gostoso e único do Candongueiro, local que sempre recebeu tão bem a nossa Velha Guarda Show e os demais artistas da Portela e do samba como um todo", diz Luis Carlos Magalhães, que teve a ideia de convidar Hilton e Hilda durante a festa de 95 anos da Portela, em abril, quando o casal - que é portelense - recebeu a Medalha Paulo da Portela, pelos relevantes serviços prestados ao samba e à memória portelense.
Foto: Divulgação / Convidados de honra, Nei Lopes e Wilson Moreira vão relembrar clássicos do samba

"Estou muito animado com este convite. Levar o Candongueiro para a Portela será muito especial. Posso adiantar que vamos homenagear os fundadores da escola, Paulo da Portela, Caetano e Rufino, além de muitos outros compositores importantes, como Zé Ketti e Manacéa", avisa Hilton, dono do Candongueiro, que fechou as portas em outubro de 2017 depois de quase 30 anos de atividades.

Comprovando a antiga ligação entre o reduto de samba de Pendotiba e os portelenses, Hilton chamou Dona Neném, de 93 anos, viúva do compositor Manacéa (autor de "Quantas Lágrimas") para ser a madrinha do evento. "Lembro muito do Manacéa e de toda a Velha Guarda no Candongueiro, porque eles sempre foram uma das nossas principais atrações. O público fazia fila para entrar. Nada mais justo do que homenagear a Velha Guarda através da Dona Neném", explica o fundador da casa.
 
A edição especial na Portela também servirá para comemorar o aniversário de Hilda Bastos, outra grande incentivadora do samba. "Vai ser muito bom poder levar um pouquinho do Candongueiro para a Portela. Será um dia para comemorar a vida e reencontrar os amigos", festeja a matriarca, que também participa da roda ajudando no coro.
 
O grupo responsável por comandar a festa contará com Wander Fontana (violão 7 cordas), Serginho Procópio (cavaco e voz), Daniel Scisimo (cavaco e voz), Bico Doce (cavaco e voz), Iracema Montero (voz), Dinho (percussão), Marcos Basílio (tantan), Ivan Mendes (clarineta, conga e percussão geral), Rafinha (tantan e percussão geral) e o anfitrião Hilton (pandeiro, tamborim e voz). 
 
Vale lembrar que a roda não terá intervalo e começará com o melhor do chorinho. Clássicos de Wilson Moreira e Nei Lopes, como "Senhora Liberdade", "Goiabada Cascão", "Coisa da Antiga", "Gostoso Veneno" e "Candongueiro", entre outros, têm presença garantida no roteiro.
 
 
Serviço:
Edição especial da roda de samba do Candongueiro na Portela, com as participações ilustres de Wilson Moreira e Nei Lopes
Data: Sábado, dia 26 de maio
Horário: A partir das 14h
Local: Quadra da Portela
Endereço: Rua Clara Nunes 81, Madureira
 
Ingresso: R$ 15 
Mesas grátis (por ordem de chegada)
Sócios estatuários não pagam
Sócios-torcedores dos planos Majestade e Águia Altaneira não pagam
 
Prato de cozido: R$ 25
Batata frita, sopa de ervilha e porção de pastel. Cada petisco a R$ 15
 
Classificação: Livre
Informações: (21) 3256-9411 

Grupo Mente Rara anima roda de samba em São Cristóvão neste sábado

Nenhum comentário :
No próximo sábado (26), um dos bares mais tradicionais e aconchegantes da Zona Norte do Rio de Janeiro irá abrir as portas para uma roda de samba que vai animar o bairro de São Cristóvão. A partir das 15h no Bar Seu Cristóvão, Roda de Samba do Grupo Mente Rara.

Os músicos, que estão iniciando um novo projeto neste mês de maio, prometem sacudir o Seu Cristóvão com o melhor do samba, pagode, samba-enredo, acompanhados de uma cerveja gelada e o delicioso Churrasco de Calçada. 


O bar já estará servindo o churrasco a partir do meio-dia e a roda começa a partir das 15h. O Seu Cristóvão fica na rua São Cristóvão, 291, ao lado da 17ª DP. 

SERVIÇO: Roda de Samba do Grupo Mente Rara
DATA: 26/05/2018 (Sábado)
LOCAL: Bar Seu Cristóvão (Rua São Cristóvão, 291)
HORÁRIO: A partir das 15h
ATRAÇÕES: Grupo Mente Rara
VALOR: Entrada Franca (Couver R$5)
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

Tiãozinho Cruz é o novo intérprete da Guerreiros de Jacarepaguá

Nenhum comentário :
Após longa negociação, o intérprete Tiãozinho Cruz, dono de um timbre grave e diferenciado, abraçou o projeto ousado da Caçulinha da Zona Oeste e, agora, é mais um Guerreiro na seleta equipe da agremiação que ostenta, entre outros, os nomes de Cid Carvalho (Diretor Artístico), Cris Alves (Rainha e Diretora de Passistas), o casal de MS/PB Robson & Ana Paula, Chico Frota (Diretor Musical), Rodney de Figueiredo (Ala dos Compositores), Jota Lourenço e Serginho Aguiar (Direção de Carnaval e Harmonia).


“ Ele teve passagens marcantes pela União de Jacarepaguá, Império Serrano, Em Cima da Hora, Acadêmicos do Cubango, Lins Imperial, entre tantas outras coirmãs. Aliás, Tiãozinho foi o responsável por meu primeiro prêmio no samba - Prêmio Samb@Net - ao interpretar meu primeiro samba na Sapucaí, em 2002, pela União de Jacarepaguá. Como diria nosso novo cantor, ao se deparar com a foto dessa equipe toda junta (e com ele próprio na foto):  “Ai, que bonitinho!”... Vamos dar trabalho no Sábado das Campeãs! Vitória na Guerra!“disse, entusiasmado o Presidente Alexandre Valle

O GRES Guerreiros de Jacarepaguá está filiado à LIESB e desfilará no Sábado das Campeãs, no Grupo E.

Nilldo Jaffer é o novo coreógrafo da Mocidade Unida da Mooca

Nenhum comentário :
Mocidade Unida da Mooca - MuM tem a honra em anunciar mais um grande nome em nosso time técnico para o carnaval 2019. Trata-se de Nilldo Jaffer, que será nosso coreógrafo da comissão de frente. Nilldo é coreógrafo, diretor artístico e apresentador, e trará toda experiência acumulada fora e dentro do Carnaval para nosso trabalho.


Ele já conta no currículo atuações artísticas e coreográficas no Playcenter por 15 anos e atualmente é apresentador da "Hora do Horror", do Hopi Hari. No carnaval, o artista já teve experiências na coreografia de alas da Rosas de Ouro e foi o responsável pela comissão de frente da Nenê de Vila Matilde por sete carnavais. Ele também atuou no carnaval de Santos, como coreógrafo da Mocidade Amazonense.

"Estamos muito felizes com a chegada do Nilldo, ele é um artista que fez grandes trabalhos na Nenê de Vila Matilde e sua experiência será peça importante para nossa estreia no grupo de Acesso em 2019. Desejamos muito sucesso nessa nova parceria e que tenhamos um carnaval inesquecível", declarou Rafael Falanga, presidente da MuM.

No carnaval 2019, a Mocidade Unida da Mooca desfilará pelo grupo de Acesso do carnaval paulistano com o enredo Manto Sagrado, a História que o Tempo Bordou.