20 de novembro de 2017

'Papo Reto com Tiago Linck' - Bate no peito, desce o São Carlos

Nenhum comentário :
Luto como um Leão todo dia, apesar de nos cair as dificuldades impostas ou adventos, seguimos com a marca do sorriso no rosto.Levantar cedo, escolher a roupa que ficará impregnada de suor com o sol escaldante  que queima essa cidade e partir em busca de oferecer um pouco de alegria, mas também de satisfazer a clientela.Não desistimos fácil, o cansaço faz acreditar que o esforço valeu a pena.

Atravessando os mares, aqui se instalamos, chegamos, fomos ganhando espaços pela cidade.Sabemos vender o que trouxemos conosco e assim fizemos o comércio crescer.


Descer o morro, não me faz indiferente, quem nunca foi no mercadinho? Na padaria da esquina? Na quitanda do bairro?Um papo daqui e outro dali, vamos conquistando clientes e de preferência deixá-los satisfeitos.Vendemos de tudo, o vuco-vuco por preços melhores faz as pessoas chegarem até nós.Descontos, promoções, vendemos qualidade também.Por que não?Duvida? Se onde a riqueza fala mais alto e barra as classes de poder comprar, nós, negociando  achamos  uma maneira mais viável de convencer o cliente de levar.

A mistura deu certo,cada um tem seu espaço.Estamos aqui para trabalhar, para fazer crescer o que anos ficou subjeitada aos poros da escravidão. Fomos alçando voos,quando fomos ver o progresso já estava pela cidade.

Sou comerciante popular, com  o Leão de São Carlos vamos botar a banca na avenida, a alegria estará com a gente, com a comunidade e  com a escola.


Vamos passar pra lembrar que temos valores que  somos frutos de muita coragem e de muita persistência  que não se curva diante dos obstáculos que nos cercam.

Ensaio de rua da Tom Maior pinta Bom Retiro de vermelho e amarelo

Nenhum comentário :
A comunidade da Tom Maior compareceu em peso ao primeiro ensaio de rua da agremiação rumo ao Carnaval 2018. Cerca de 1.000 pessoas de todos os segmentos da escola tomaram a Rua Sérgio Tomás, no Bom Retiro, região central da cidade, na noite deste domingo (19).

O treino aconteceu no entorno da antiga quadra da Tom Maior e ainda atraiu moradores e pessoas que passavam na região para acompanhar o ensaio. No fim da noite, a avaliação da diretoria da agremiação foi positiva.

“Vamos chegar ao nosso primeiro ensaio técnico mostrando a emoção de contar nossa história, a história dessa mulher guerreira que foi a Imperatriz Leopoldina. Vamos chegar ao nosso primeiro ensaio técnico não só com o samba na ponta da língua, mas no coração, porque a Tom Maior é coração”, disse a presidente Luciana Silva.


E o próximo treino de rua já tem data. Será no domingo, 10 de dezembro, às 17h, novamente no Bom Retiro. O ponto de encontro é no Bar da Japa (Rua Sérgio Tomás, 526). Já os treinos no Anhembi acontecem nos dias 20 e 26 de janeiro e 2 de fevereiro de 2018.

Com o enredo “O Brasil de duas Imperatrizes: De Viena para o novo mundo, Carolina Josefa Leopoldina; de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”, a Tom Maior vai fechar a primeira noite de desfiles do Grupo Especial paulistano (9 de fevereiro) no Carnaval 2018.

Crédito das fotos: Comunicação/Tom Maior 




Portela convida torcidas organizadas de coirmãs para participar de ensaio técnico na Sapucaí

Nenhum comentário :
O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, convidou as torcidas organizadas das escolas coirmãs para participar do ensaio técnico que a campeã fará na Marquês de Sapucaí. O anúncio foi feito na última sexta-feira (17), no Portelão, durante o I Encontro das Torcidas Organizadas das Escolas de Samba do Grupo Especial e Grupos de Acesso.

 
Após saudar os presidentes e representantes de cada segmento, Luis Carlos Magalhães fez o convite no palco. "O ensaio técnico é o grande momento para as torcidas das escolas. É o dia em que elas se organizam e colorem as arquibancadas com suas faixas e bandeiras. Por isso, já que não haverá ensaio para todas as agremiações, resolvemos convidar alguns integrantes de cada torcida para estarem conosco no nosso, que será também o teste de luz e som do Sambódromo. O Carnaval precisa dessa união!", disse o presidente, deixando claro que o número de componentes e as regras para a participação ainda precisarão ser alinhados com a Liesa e a coordenação dos ensaios. 

 
Protagonistas da última edição do 'Portela Convida', ao lado da Unidos de Padre Miguel, as torcidas Raiz Mangueirense, Nação Mangueirense, Nação Verde e Rosa, Independentes Mocidade, Nação Unida de Padre Miguel, Explode Coração, Soberanos Beija-Flor, Sou Grande Rio... Amor! e Garras do Tigre foram homenageadas com sambas-enredo clássicos de suas escolas. Todas também receberam diplomas de participação, incluindo as torcidas anfitriãs Guerreiros da Águia, Amigos da Águia, Nação Portelense e Sangue Azul.

 
A noite contou, ainda, com a presença ilustre do síndico da Passarela do Samba, José Carlos 'Machine', e de integrantes de sua equipe, que também foram homenageados. 


Crédito das fotos em anexo: Raphael Perucci / Divulgação

Cris Alves retorna ao posto de rainha de bateria do Cubango

Nenhum comentário :
Nem a chuva afastou os componentes da escola de samba Acadêmicos do Cubango do ensaio de rua realizado na noite deste domingo, 19 de novembro, na Avenida Amaral Peixoto, em Niterói. O primeiro treino da escola contou com uma novidade: a diretora da ala de passistas, Cris Alves, acabou sendo anunciada como rainha de bateria da verde e branco. A notícia foi dada de surpresa pelo presidente executivo Rogério Belisário e foi recebida com muita alegria pela comunidade e diretoria. Cris tem 40 anos e deixou o posto em 2016. Emocionada, a mulata sambou muito à frente dos ritmistas da bateria Ritmo Folgado: 
Foto: Paula Ranieri

- A ficha ainda não caiu. A emoção é muito grande. Estou muito emocionada e esse retorno pra mim é um exemplo até para os meus passistas que estão chegando à ala com o sonho de crescer. Tenho 40 anos e tenho uma longa história pra trilhar. Esse retorno é pra mostrar a todos os passistas que tudo tem seu tempo, e a gente tem que acreditar, com fé, simplicidade. Costumo dizer que sou eternamente uma passista, e pra mim  é um renascer das cinzas, sou Cubango doente e estou na escola em qualquer posto, independente de qualquer coisa. Meu trabalho é triplo, pois desde julho estou trabalhando e agora quero trazer a comunidade junto conosco, e eu acredito muito na vitória da Cubango, fazendo um belíssimo desfile na Marquês de Sapucaí.

Cris foi anunciada em julho como diretora da ala de passistas da agremiação e acumulará a função com a de rainha de bateria. A bela mulata está desde criança na escola, passando pela ala das crianças e passistas. Foi rainha de bateria da escola durante quatro anos (2013, 2014, 2015 e 2016), sendo três deles acumulando função como coordenadora das passistas (2014, 2015 e 2016). Além disso, em 2012 ela foi a Rainha do Carnaval Carioca.

O enredo do Acadêmicos do Cubango para o Carnaval 2018 é "O rei que bordou o mundo", desenvolvido pelos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora. A escola será a quinta a desfilar pela Série A, no sábado de carnaval.

Em noite de samba, Independente Tricolor realiza Festa da Bateria

Nenhum comentário :
Na noite do último sábado (18), a escola de samba Independente Tricolor, situada no bairro da Vila Guilherme, na zona norte da capital paulistana, realizou a Festa da Bateria Ritmo Forte.

Na ocasião a agremiação recebeu como convidadas as escolas coirmãs Mocidade Alegre e Dragões da Real, as quais abrilhantaram ainda mais a festa.

E quem marcou presença foi a modelo e atriz Simone Sampaio, Rainha de Bateria da Dragões de Real, que com muita graciosidade deu um show de samba no pé e posteriormente posou aos fotógrafos presente, exibindo um corpão escultural.



O encerramento da festa ficou na responsabilidade da anfitriã que contou com os intérpretes oficiais Pê Santana e Rafael Pínah, que deram um show a parte, juntamente com a Bateria Ritmo Forte, comandada pelo mestre Klemen Gioz, e que contará em sua corte a Rainha de Bateria Helena Soarese a Musa Mariana Pedro, as quais desfilarão ao lado da Madrinha a atriz e ex dançarina do grupo 'É o Tchan' Sheila Mello.

A Independente Tricolor com o enredo "Em cartaz: Luz, câmera e terror... uma produção Independente", terá a missão de abrir a grande festa de momo no dia 09 de fevereiro de 2018, sendo a primeira noite dos desfiles no Sambódromo do Anhembi.

Crédito das Fotos: Beatriz Storer Nuñez / Zuleika Ferreira - Divulgação



Passistas Plus Size da Tucuruvi prestam homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra

Nenhum comentário :
Na noite do último sábado (18), a Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi, do grupo especial do carnaval paulistano, abriu as portas de sua quadra social, situada na zona norte da capital de São Paulo, para realizar mais um ensaio geral rumo ao carnaval 2018.

Faltando apenas 85 dias para o desfile oficial do carnaval, as Passistas Plus Size que integram o Grupo Plusamba, coordenadas por Aldria Adiola, marcaram presença no ensaio utilizando figurinos, maquiagens e acessórios africanos em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, dia da morte de Zumbi dos Palmares, e reivindica essa figura histórica como símbolo de resistência.



Nas redes sociais as integrantes da ala publicaram a frase: "Xô, racismo! Somos todos iguais diante do PAI." 

Ainda abrilhantou o ensaio outras musas que integram a Ala Show do Zaca. Trata-se de um grupo de passistas e dois malandros, que são coordenados por André Araújo, os quais contagiam a todos durante o ensaio, com muita graciosidade e muito samba no pé, tirando todos para sambarem juntos da equipe.

Somando ainda as Passistas com todo brilho e glamour, estava a atriz e Musa Fitness Maísa Magalhães, que é Musa dos Compositores, a qual chegou ao evento com um micro vestido preto e um generoso decote que valorizou ainda mais as curvas da beldade enquanto sambava com simpatia e carisma, onde juntas deram um show a parte. 


  
No carnaval de 2018, a agremiação que é Presidida pelo Sr.Jamil, será a 3ª escola a desfilar na sexta-feira de carnaval, dia 09 de fevereiro, sendo a primeira noite dos desfiles do grupo especial. A Tucuruvi levará para o Sambódromo do Anhembi o enredo de título “Uma Noite no Museu”, o qual é assinado pelo carnavalesco Flavio Campello.

Crédito das Fotos: Renato Cipriano / Assessoria de Imprensa Tucuruvi




19 de novembro de 2017

Unidos de Bangu iniciará ensaio técnico de rua na próxima quarta, dia 22

Nenhum comentário :
A Unidos de Bangu, que abrirá os desfiles de sexta-feira de Carnaval na Marquês de Sapucaí, iniciará os ensaios técnicos de rua a partir da próxima quarta-feira, dia 22 de novembro, a partir das 21 horas, no Largo de Bangu. A concentração será na Rua Fonseca, às 20 horas.


O presidente Marcelo do Rap convoca diretoria, segmentos, comunidade e componentes para que compareçam ao primeiro ensaio de canto. "Estamos com a nossa agenda de ensaios pronta. Vamos aprimorar o canto do samba oficial a partir de quarta-feira, dia 22 de novembro, onde iniciaremos os ensaios técnicos de rua no Largo de Bangu. Estou convocando toda a comunidade, segmentos e componentes para os ensaios, que começarão às 21 horas. Avante Bangu respeite nosso manto!", ressaltou.

A vermelho e branco da Zona Oeste tem como enredo "A Travessia da Calunga Grande e a Nobreza Negra no Brasil", que será desenvolvido pelo carnavalesco Cid Carvalho.

LIESB lançará CD das Séries B, C e D no dia 10 de dezembro

Nenhum comentário :
A Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil (LIESB), que organizará o Carnaval de 2018 das Séries B, C, D e E da Estrada Intendente Magalhães, acaba de divulgar a data de lançamento do CD com os sambas-enredo oficiais das 40 agremiações que desfilarão dos grupos B, C e D do próximo ano. As obras serão conhecidas no dia 10 de dezembro, a partir das 12 horas, na Piscina do Bangu, na Rua Francisco Real, 1.445, com entrada gratuita. 


Os hinos oficiais serão apresentados pelos intérpretes de cada agremiação das Séries B: Acadêmicos de Vigário Geral, Unidos da Ponte, Arame de Ricardo, Tradição, Em Cima da Hora, Unidos das Vargens, Unidos do Cabuçu, Unidos do Jacarezinho, Lins Imperial, Vizinha Faladeira, Acadêmicos do Engenho da Rainha e União do Parque Curicica.

 Série C: Arranco, Caprichosos de Pilares, Rosa de Ouro, Boca de Siri, Sereno de Campo Grande, Unidos da Vila Kennedy, Unidos de Lucas, Leão de Nova Iguaçu, Império da Uva, União de Maricá, Favo de Acari, Difícil é o Nome, Vila Santa Tereza e Mocidade Unida do Santa Marta.

Série D, Corações Unidos do Amarelinho, Unidos de Cosmos, Império Ricardense, Acadêmicos da Abolição, Mocidade Independente de Inhaúma, Alegria do Vilar, Chatuba de Mesquita, Tupy de Braz de Pina, Unidos da Villa Rica, Coroado de Jacarepaguá, Arrastão, União de Jacarepaguá, Acadêmicos de Madureira e Flor da Mina do Andaraí.

As escolas de samba apresentarão seus sambas-enredos e poderão aproveitar a oportunidade para conhecer as dependências da Piscina do Bangu, que possui uma lanchonete com petiscos, bebidas e salgados diversos. Na ocasião, além dos hinos oficiais, as escolas apresentarão seus casais e segmentos.

17 de novembro de 2017

'Papo Reto com Tiago Linck' - Faz da Renascer a sua sinfonia

Nenhum comentário :

Tem partitura nas cores da Renascer.Vermelho e Branco, misturados ao colorido da Amazônia.Uma das últimas  composições de Villa Lobos, servirá de inspiração para exaltar uma beleza incomparável.

A sinfonia que o maestro rege, é partilhada com os sons que vem da floresta.
A dança da Natureza, orquestra em mesmo ritmo e velocidade que o tempo anda.O cair da chuva, o barulho dos trovões, da tempestade, ecoam em notas no mesmo compasso.


A dança dos índios, habitantes da floresta exalta um ritual,onde o espírito de vidas estão presentes ali.

Um lugar carregado de lendas,o canto dos pássaros, principalmente o Uirapuru, o símbolo da fidelidade que foi índio transformado em pássaro. Todas as noites ele canta para a sua amada tendo esperanças que um dia ela descubra o seu canto e saiba que ele é o jovem guerreiro.Caçadores vindos de além mar , agitaram o lugar em busca do quê procuravam, um desparate para todos os lados. A calmaria volta, o amor presente equilibra , a lua abençoada noite de amor. A paz que se havia perdido se mostra novamente em serenidade.

Cada canto exaltado dessa floresta mostra profundidade com os acordes dos sons contidos ali,Villa Lobos, o maestro que deixou verdadeira obra, regerá o carnaval da Renascer.Exaltar tudo que tem de mais místico ali, mas também de forma real, entoar a tranquilidade, o experimentar gostos e ainda vivenciar o que de mais interessante se tem.


A batuta do maestro carregada no altar do samba , fará impôr uma orquestra de sons que nos levarão para dentro da obra do maestro.

PROSA DO FOLIA: Darlan Alves, intérprete da X9 Paulistana

Nenhum comentário :
Ele foi pé quente e ajudou a agremiação a voltar ao grupo especial do carnaval paulistano, hoje na prosa do folia Darlan Alves, intérprete da X9 Paulistana.
Foto: Igor Cantanhede 

Quem é o Darlan Alves?
- Sou músico, compositor e cantor. Toda minha família é envolvida com música ou esporte. Meu pai foi jogador profissional do Ceará, Sport, Taguatinga (DF) e tenho irmãos e sobrinhos que seguiram seus passos no futebol. Nasci em Brasília, mas quando eu ainda era criança mudamos para Teresina-PI. Quando eu tinha por volta de 13 anos vim para São Paulo. Parte da minha família já morava aqui e todos frequentavam a Tom Maior. Lá comecei como ritmista tocando surdo de terceira e, paralelo ao Carnaval, também tinha uma banda de pagode e já arriscava composições de samba-enredo com meus irmãos. Hoje vivo intensamente o Carnaval. Além de intérprete da X-9 Paulistana, sou compositor de mais de 30 sambas-enredo em São Paulo e Rio de Janeiro. Esse ano assino os hinos da Mancha Verde e da Estrela do 3° Milênio, defendi sete sambas nas eliminatórias de 2018, sendo que cinco foram campeões (Vai-Vai, Mancha Verde, Colorado do Brás, Dragões da Real e Estrela do 3° Milênio).
Faço parte do grupo Quesito Melodia que está voltando com força total e com um grande projeto chamado "Clube do Samba-Enredo".
Adoro cinema, sou fã (muito fã mesmo) do Michael Jackson e toda sua carreira incrível e, claro, acompanho tudo sobre esporte e futebol que está no meu DNA (risos).  Curto demais a cultura e comportamento dos anos 90. Estudo tudo referente a essa década que me encanta,  principalmente na área musical quando aconteceu um boom das bandas de pagode, casas de shows lotadas e as composições e melodias mais lindas desse estilo que nasceram nessa época. Por causa disso,  há cinco anos decidi criar o Samba90, uma big band, que é sucesso na noite paulistana e em festas fechadas, onde tocamos com frequência e revivemos esses hits que ainda emocionam o público. Tenho três filhos e sou tão apaixonado por eles que não perco nem um jogo de bolinha de gude (risos).

Como começou a sua relação com o carnaval ?
-  Foi em 1988 quando cheguei em São Paulo. Minha família morava em Pinheiros e já frequentava a Tom Maior. Meus irmãos me levaram na quadra e logo eu já estava envolvido e tocando na bateria Tom 30. Meus irmãos mais velhos também eram compositores. Eu já estava envolvido e apaixonado pela escola e pelo Carnaval. Dessa época até os dias de hoje são mais de 30 anos nesse segmento e 16 como intérprete.

Por quais escolas você já passou e qual ano foi o mais marcante ?
- Comecei na Tom Maior e lá foi minha escola no Carnaval e no samba. Passei pela bateria, fiz parte do time de canto e disputei sambas-enredo como compositor. Acabei me destacando como cantor e o Douglas Aguiar me convidou para cantar com ele na Pérola Negra e Águia de Ouro. Depois assumi a Unidos de Vila Maria como voz oficial, Rosas de Ouro por 12 anos e há 2 anos na X-9 Paulistana. No interior de São Paulo cantei na Bonecos Cobiçados, em Guaratinguetá, na Unidos da Vila Alemã, em Rio Claro e na Tradição de Ouro, em Santo André. No litoral de São Paulo cantei na Sangue Jovem e no Rio de Janeiro na Mocidade Independente de Padre Miguel, em todas como intérprete oficial.
Tenho vários momentos marcantes no Carnaval. Em 2010 quando conquistamos o título na Rosas de Ouro com "Cacau é show" foi uma das melhores sensações e a consagração de um trabalho.  Em 2012, 14 e 15, também na Rosas de Ouro, nos enredos "Reino dos Justus", "Inesquecível" e "Depois da tempestade, o encanto", respectivamente, fui autor dos enredos ao lado do carnavalesco e amigo Jorge Freitas e do meu grande parceiro Murilo Lobo, que era assistente do Jorge na época e hoje é carnavalesco da Estrela do 3° Milênio. Em 2014, também na Rosas de Ouro,  ganhei o prêmio SRzd de melhor Ala Musical no "Inesquecível" e esse ano 2017 com a X-9 fomos campeões no grupo de Acesso e retornamos para o Grupo Especial com "Vim, Vi e Venci. A saga artística de um semiDeus" e conquistei três prêmios como melhor Ala Musical e melhor Intérprete: SRZD, Melhores do Acesso e Sasp/Carnavalesco.

Como surgiu o convite para cantar na X9 Paulistana ?
- Fui convidado pessoalmente pelo presidente André Santos, que ficou a frente da escola até esse Carnaval (2017).

Como funciona a sua preparação com a voz ?
- Como tenho o Samba 90,  Quesito Melodia e minha carreira solo, eu trabalho o ano inteiro, então estou sempre cuidando da voz. Os cuidados básicos: vitando bebidas geladas, tomando água sempre e uma boa noite de sono que é fundamental. Quando começam os ensaios pré-Carnaval eu intensifico esses cuidados e aumento os exercícios físicos aeróbicos como corrida e caminhada e faço uma alimentação mais balanceada. Esse ano adotei as marmitas da Fit Brasil que são refeições personalizadas para o meu dia-a-dia. Com isso eu ganho mais disposição e condicionamento físico que os ensaios de quadra, técnicos e o desfile oficial exigem.

Ser intérprete é uma das coisas mais importantes no desfile. Para você como um intérprete consegue levantar o público e a comunidade ?
- Essa interatividade já começa nos ensaios de quadra onde tenho contato direto com o componente de diversas alas. Canto com garra, coloco toda energia positiva na minha interpretação e isso também envolve e empolga o componente.
Na avenida já acontece naturalmente a troca de boas vibrações. Todo mundo chega empolgado, emocionado, com os sentimentos a flor da pele então,  antes do alusivo eu sempre falo umas palavras para aflorar mais esse sentimento. Não costumo preparar nada antes mas, naquele momento, minutos antes de cruzar a linha amarela, passa um filme, uma retrospectiva de tudo que vivemos e treinamos na quadra e nos encontros com a comunidade que incluo no meu discurso para relembrar todo esse trabalho e dedicação. Aí é só entrar com pé direito.


Você é intérprete e samba no pé você tem ?
- Melhor nem comentar (risos)....

Você tem alguma inspiração no samba ?
- Jackson Martins é uma inspiração tanto em técnica, quanto na arte e garra na interpretação.  Outra influência vem do mestre Jamelão, que tem uma característica própria de interpretação e, como mangueirense que sou, pra mim não tem outro! Isso é até curioso porque torço pela Mangueira mas nunca pisei na quadra (risos). Não dá pra acreditar, né? Herdei essa paixão do meu pai (já falecido) que ficava contando os minutos para o desfile da escola na televisão e quando ela entrava ele chorava o desfile todo. Aquilo me marcou demais e fez nascer essa paixão em mim pela Verde e Rosa. Também gosto muito da comunidade da Caprichosos de Pilares.

O que o carnaval mudou em sua vida?
- Minha vida, minha história, a história da minha família e minhas conquistas se confundem com o Carnaval. Tudo que obtive até hoje foi através do meu trabalho no Carnaval. É um orgulho e muito gratificante trabalhar na maior expressão cultural popular.


Deixe seu recado aos internautas do "Folia do Samba" e aos admiradores do seu trabalho
- Só tenho a agradecer todas as pessoas que curtem o meu trabalho no  e que sempre estão comigo nos meus outros projetos. Quero deixar um grande beijo no coração e meu "muito obrigado" ao "Folia do Samba" que há 4 anos divulga e enaltece a cultura, os artistas, os trabalhos desenvolvidos dentro das escolas de samba de de São Paulo.
ALÔ FOLIA DO SAMBA:
É HORA DO SHOW!
VAMOS LÁ GENTE!


Independente recebe Mocidade Alegre e Dragões na festa da bateria neste sábado

Nenhum comentário :
A escola de samba Independente Tricolor realiza neste sábado (18) a festa da bateria Ritmo Forte, comandada pelo Mestre Klemen. Na ocasião receberá a participação das coirmãs Dragões da Real e Mocidade Alegre.

O evento acontece a partir das 21h. A quadra fica localizada na rua Doze de Setembro, 259, Vila Guilherme. Bilheteria R$ 15,00 - *Entrada franca para sócios com carteirinha.


Unidos da Tijuca promove Noite dos Campeões

Nenhum comentário :
No próximo sábado, dia 18 de novembro, a quadra da Unidos da Tijuca receberá mais uma noite de muito samba, com a presença de muita gente bonita e animada. Desta vez, a quadra será o palco de um grande encontro entre os principais compositores e intérpretes do Carnaval 2018.

A abertura da noite fica por conta da roda de samba “Canto do batuqueiro”, com Marcelinho Moreira. Em seguida, acontece o show da escola com as apresentações das alas de baianas, passistas, velha guarda e os casais de mestre-sala e porta-bandeira. Tudo na voz marcante do intérprete Tinga e acompanhamento da bateria Pura Cadência, sob o comando do Mestre Casagrande. Na sequência, sobem ao palco os principais intérpretes das agremiações do grupo especial e do grupo de acesso, além dos grandes compositores que criaram as obras que passarão pela Sapucaí no próximo Carnaval.


A abertura dos portões será às 19h e, para a notícia ser ainda melhor, quem estiver usando qualquer camisa oficial da Unidos da Tijuca não paga a entrada. Mas as facilidades para curtir esta noite incrível não param por aí, os camarotes para 10 pessoas também têm desconto e custarão R$ 300, com 50% deste valor revertido em consumação no bar.  


Serviço:

Data: 18 de novembro de 2017
Horário: 19h
Local: Quadra da Unidos da Tijuca – Av. Francisco Bicalho, 47 – Leopoldina
Entrada: R$ 20 (Quem estiver usando camisa da Unidos da Tijuca não paga a entrada)
Camarote (para 10 pessoas): R$ 300 + entrada (50% do valor do camarote, ou seja, R$ 150 será revertido em consumação no bar).

Viviane Araujo marca presença no ensaio de rua do Salgueiro

Nenhum comentário :
A atriz e rainha de bateria Viviane Araujo marcou presença no ensaio de comunidade do Salgueiro,na noite de quinta,16,na Rua Silva Teles, sede da agremiação,no bairro do Andaraí,RJ.


Com um vestido em bordado o brasão da escola, a majestade reinou à frente dos ritmistas de mestre Marcão

O Salgueiro tem como enredo para o carnaval de 2018, o tema "Senhoras do ventre do mundo", desenvolvido pelo carnavalesco, Alex de Souza.


Créditos das fotos: Alex Nunes/Divulgação



Alunos do projeto de percussão da Vila se apresentarão em Feijoada

Nenhum comentário :
Depois de sete meses de aulas gratuitas, a Unidos de Vila Isabel forma no próximo dia 05 de dezembro a sua turma do projeto de percussão deste ano de 2017. As aulas foram ministradas por mestre Chuvisco, comandante da bateria Swingueira de Noel, e pelo músico Macaco Branco, um dos diretores auxiliares e ''cria'' da bateria da escola. A turma se apresentará durante a feijoada de janeiro da azul e branca.

Foto: Eduardo Hollanda


- É importante passar os ensinamentos e incentivar pessoas a aprenderem algum instrumento. Ás vezes a pessoa tinha vontade, mas não tinha coragem e nem sabia como. Estamos aqui na Vila fazendo isso, dando esse incentivo e certamente colheremos frutos para a nossa bateria. Isso é o que importa: contribuir para a formação de novos sambistas - afirma Chuvisco.

As aulas englobaram noções dos instrumentos de uma bateria de escola de samba. Os alunos que se destacaram ganharam oportunidade na Swingueira de Noel para o próximo desfile.

Final de semana de muito samba agita o Império Serrano

Nenhum comentário :
Inspirado no Livro “As Matriarcas da Avenida”, a Feijoada Imperial de novembro traz um autêntico quadrado mágico: Mangueira, Portela, Salgueiro e Império Serrano. E é justamente a importância das antigas “quatro grandes” escolas o mote do livro, um projeto a cinco mãos de autoria de Fábio Fabato, Gustavo Gasparani, João Gustavo Melo, Luis Carlos Magalhães e Luiz Antonio Simas. A história das escolas de samba tem ares de saga. Não foi de um dia para o outro que os desfiles viraram o maior espetáculo da Terra e a coisa engrenou a partir do trabalho e da força dessas quatro agremiações.


Convide os amigos e familiares para curtir o sábado na quadra da verde e branca, cair no samba e saborear um prato generoso da deliciosa feijoada. Diga a eles que a bateria Sinfônica do Samba dará seu habitual show de paradinhas e que as baianas, passistas e casais de mestre-sala e porta-bandeira desfilarão ao som de inesquecíveis sambas como "Bumbum Paticumbum Prugurundum", "Aquarela Brasileira", "A Lenda das Sereias", "Alô, alô, taí, Carmem Miranda", entre outros, embalados por Marquinho Art'Samba, a nova voz oficial da agremiação.

A Feijoada acontece, todo mundo sabe, todo 3° sábado do mês. Portanto, dia 18 de novembro, a partir das 13h, tem Feijoada do Império! E a próxima edição está imperdível! Suas atrações serão grupo Senzala, e as coirmãs Portela, Salgueiro e Mangueira.


Ingressos a R$ 25 e aluguel de mesa a R$ 50. O feijão, como de costume, será generosamente servido a R$ 20. A quadra do Império Serrano fica na Av. Ministro Edgard Romero, 114, em Madureira. Mais informações pelo tel. 3124-3745. Censura livre.

E no domingo, véspera de Feriado o Império Serrano traz de volta o Botequim do Império, tradicional Roda de Samba de mesa com a rapaziada da melhor qualidade.

As rodas de Samba tradicionais - daquelas sem palco - por muito tempo, ficaram distantes das grandes agremiações cariocas.


Há 3 anos, houve uma retomada desse formato no Império Serrano através do coletivo "Museu Virtual" e do sambista Rogério Família, dando uma "nova-antiga" roupagem ao lendário BOTEQUIM DO IMPÉRIO. O projeto foi paralisado - por motivos que já ficaram no passado - e nesse tempo muita coisa aconteceu fruto dessa pausa: crescimento do Samba na Serrinha; criação da Rede Carioca de Rodas de Samba; retorno do Império Serrano ao Grupo Especial, etc. Agora, ele retorna com mais força e de maneira triunfal, num Domingo, dentro do feriadão da Consciência Negra e com o aditivo de mais músicos conceituados como, Aldo Ribeiro (Samba da Cabeça Branca), Carlinhos Tcha tcha tcha (Criolice), Fernandinho da Serrinha (Samba na Serrinha), Hamilton Fofão (Bangalafumenga), João da Serrinha (Kebajê), Leandro Pereira (Mafuá no Quintal), Luciano Bom Cabelo (Terreiro de Crioulo), Mateus Carvalho (Kebajê), Paulo Henrique Mocidade (Terreiro de Crioulo) e Rogério Família (Grupo Autonomia).

Será um culto à Ancestralidade dentro de uma das mais misteriosas e mágicas agremiações cariocas: o GRES Império Serrano, de Madureira. E com entrada apenas R$10. Vale a pena conferir.

Serviço:
Feijoada do Império – Edição de Novembro
Data e horário: Dia 18 (sábado), a partir das 13h
Local: Quadra do GRES Império Serrano, na Av. Ministro Edgard Romero, 114, em Madureira.
Atrações: grupo Senzala (show de abertura) e “As Matriarcas da Avenida” – Império Serrano, Portela, Salgueiro e Mangueira.
Ingressos: R$ 25.
Aluguel de mesa: R$ 50
Prato de feijoada: R$ 20
...........................................

Serviço:
Botequim do Império - A Volta
Data e Hora: 19 de Novembro | 15h
Endereço: GRES Império Serrano | Av. Ministro Edgard Romero, 114 - Madureira
Entrada: R$10
Informações pelo telefone: 21 3124-3745 (Secretaria)

Imperador realiza ensaio temático da Consciência Negra neste domingo

Nenhum comentário :
A escola de samba Imperador do Ipiranga prepara um ensaio temático para o próximo domingo  (19) "Dia da Consciência Negra".


LOCAL: Quadra da agremiação: Av. Carioca, 99
Entrada: Franca
HORÁRIO: 20H

  • Lembrando que os ensaios acontecem sempre aos domingos a partir das 20hs

16 de novembro de 2017

Tom Maior realiza primeiro ensaio de rua para o Carnaval 2018

Nenhum comentário :
A escola de samba Tom Maior realiza no próximo domingo (19) o primeiro ensaio de rua rumo ao Carnaval 2018. A concentração será a partir das 17h e a participação é gratuita.

O treino acontecerá nos arredores da antiga quadra da agremiação, no Bom Retiro. O ponto de encontro será o Bar da Japa (Rua Sérgio Tomás, 526), tradicional reduto da comunidade vermelha e amarela.

O ensaio é mais uma importante etapa da preparação da Tom Maior para o desfile oficial. “É a nossa primeira chance de testar a evolução da escola, ver o canto do componente, avaliar o espaço... é um treino fundamental para todos os segmentos”, explica o diretor de Harmonia Yves Alexeiv.



A expectativa da agremiação é reunir a maior quantidade de componentes possível para o treino na rua. “A gente percebe nos ensaios de quadra que a comunidade está animada, abraçou esse samba maravilhoso que a gente tem. Tenho certeza que vamos fazer bonito”, afirma Gabriel Ferreira, o Gabiru, outro diretor de harmonia da escola.

Com o enredo “O Brasil de duas Imperatrizes: De Viena para o novo mundo, Carolina Josefa Leopoldina; de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”, a Tom Maior vai fechar a primeira noite de desfiles do Grupo Especial paulistano (9 de fevereiro) no Carnaval 2018.

Serviço:
Ensaio de rua da Tom Maior
Quando: Domingo, 19 de novembro, às 17h
Onde: Bar da Japa (Rua Sérgio Tomás, 526, no Bom Retiro)
Quanto: Gratuito