17 de maio de 2016

Thobias da Vai-Vai, Royce do Cavaco, Bernadete e Zé Maria contam as histórias do carnaval paulistano no Sesc

Nenhum comentário :
Quatro grandes vozes do carnaval paulistano apresentam um panorama desta história em encontros no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc a partir do dia 30 de maio. 
 
Thobias da Vai-Vai, Royce do Cavaco, Bernadete e Zé Mariafalam, em quatro encontros, sobre a formação das escolas de samba, a evolução do carnaval e dos sambas-enredo que marcaram a passagem de cada deles, seja na Avenida São João ou no Anhembi.

 
Confira a programação:
 
DIA 30/05
Thobias da Vai-Vai - Eleito o Melhor Intérprete de Samba em 1981; segundo lugar no programa do Raul Gil em 1982, assumiu em 1983 como intérprete o Bloco Gaviões da Fiel e em 1985 como Intérprete Oficial da Escola de Samba Vai-Vai onde conquistou 8 títulos como intérprete. Aprendeu samba convivendo ao lado de Mestres Osvaldinho da Cuíca e Geraldo Filme
 
DIA 6/6
Royce do Cavaco - Teve início na sua carreira já pequeno acompanhando os Blocos de rua. Aprendeu a tocar percussão nas baterias das Escolas de Samba. Mas, em 1982, ganhou seu primeiro Samba enredo na Águia de Ouro e lá iniciou sua carreira com Intérprete. Passou por agremiações como Rosas de Ouro e X-9 Paulistana. Royce também ganhou junto com Aldo Bueno um festival na rede Manchete com o Samba Delírio Alvi-Negro, uma exaltação à Escola de Samba Vai-Vai.
 
DIA 13/6
Bernadete - Iniciou sua história na Escola Império Lapeano onde se encontra até hoje. Por conta de uma fita K7 gravada por ela, foi convidada a trabalhar na Escola de Samba Unidos do Peruche. Neste ano, Bernadete despontou ao assumir oficialmente como Intérprete Oficial da Escola, pois, Eliana de Lima estava grávida e não poderia desempenhar seu papel. Um marco para a história do carnaval sendo ela - Bernadete - a primeira mulher a cantar um samba no Anhembi. Em 1996 recebeu o prêmio de melhor Intérprete do Carnaval Paulistano.
 
DIA 20/6
Zé Maria - Iniciou na Escola de Samba Unidos do Peruche onde hoje integra a sua Velha Guarda. Sua estreia no carnaval foi cantando o samba "Tradições e Festas de Pirapora" de Geraldo Filme. Integrou a primeira Ala Show de Samba em São Paulo pelo Peruche.
 
 
Sobre o CPF-Sesc
Inaugurado em agosto de 2012, o Centro de Pesquisa e  Formação do Sesc é uma unidade do Sesc São Paulo voltada para a produção de conhecimento, formação e difusão e tem o objetivo de estimular ações  e desenvolver estudos nos campos cultural e socioeducativo.
Além do Curso Sesc de Gestão Cultural - que visa a qualificação para a gestão cultural de profissionais atuantes no campo das Artes, tanto de instituições públicas como privadas - a unidade proporciona o acesso à cultura de forma ampla, tematicamente, por meio de cursos, palestras, oficinas, bate-papos, debates e encontros nas diversas áreas que compreendem a ação da entidade, como artes plásticas e visuais, ciências sociais, comportamento contemporâneo e cotidiano, filosofia, história, literatura e artes cênicas.
 
 
Quatro vozes do carnaval paulistano
Dias 30 de maio, 6, 13 e 20 de junho de 2016. Segundas, das 19h30 às 21h30.
Recomendação etária: 16 anos. Número de vagas: 30.
R$ 30,00 (inteira); R$ 15,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública);  R$ 9,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).
Atividade com tradução em libras. Solicitação deve ser feita no ato da inscrição, com no mínimo dois dias de antecedência da atividade.
Informações e inscrições pelo site (sescsp.org.br/cpf) ou nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo.
 
Centro de Pesquisa e Formação – CPF Sesc
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar.
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 22h. Sábados, das 9h30 18h30.
Tel: 3254-5600

Nenhum comentário :

Postar um comentário