26 de julho de 2016

Peruche realiza escolha de samba no próximo domingo

Nenhum comentário :
No último domingo, a quadra da Unidos do Peruche explodiu em alegria em uma linda festa promovida pelas parcerias que disputaram a vaga no concurso de escolha de samba-enredo para a grande final que vai definir qual será a trilha do tema: “A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria”.

Para a grande final que será realizada no domingo, dia 31/07, na quadra social, à rua Samaritá,1040, Ponte do Limão, a partir das 18h.



A comissão julgadora da escola de samba Unidos do Peruche decidiu por classificar dois sambas dos quatro que se apresentaram neste domingo, na semifinal. Antes de anunciar os classificados, o presidente Sidney de Moraes (Ney) foi ao palco, ao lado dos jurados e agradeceu todos os compositores pelas grandes obras apresentadas nesta edição e pela festa das torcidas que tem abrilhantado o concurso. “A energia da nossa escola está muito boa. Parabéns a todos”. Diferentemente do ano passado, em que os jurados escolheram quatro sambas para a finalíssima, para este ano a opção foi levar duas canções das parcerias : 7 e 14.

Ambas fizeram ótimas apresentações e apostaram em grandes vozes do carnaval paulistano com Fredy Vianna, oficial da Mancha Verde, Darlan Alves, oficial X-9 Paulistana e Celsinho Mody, oficial da Acadêmicos do Tatuapé, para defenderem as obras concorrentes. A parceria de número 7 também conta com a cantora baiana Gilmelândia (ex-Banda Beijo). Além do espetáculo, os grupos trouxeram torcidas que deram um show à parte e empolgaram a comunidade, as alas presentes, os sambistas e representantes das co-irmãs.

Nas apresentações, as parcerias inovaram. O samba 7 levou duas representações: um capoeirista que fez os movimentos do jogo chamados “estrela”, “bênção” e “ginga” e uma encenação em que dois filhos de santo apresentavam o orixá Oxalá que ficava escondido embaixo de um pano branco. Além disso, contou com um elemento alegórico (com cerca de três metros de altura) em forma de caldeirão com luzes e fumaça, filhos de santo do terreiro do candomblé Ilê Axé Odé e Oyá e torcida com camisetas, bandeiras e bexigas. Já o samba 14, iniciou sua apresentação com a música “Margarida Perfumada”, da Timbalada, enquanto quatro ritmistas, pintados com desenhos que fazem referência ao tradicional grupo baiano, vinham do fundo da quadra puxando a torcida uniformizada munidas com bexigas coloridas e bandeiras. Também teve chuva de papel picado.

No domingo que vem a ordem das apresentações definidas por sorteiro será:

1° Samba 7 – dos compositores: Rodrigo Schumacker, Maurício Pito, Fredy Vianna, Felipe Mendonça, Darlan Alves e Marcelo Casa Nossa.
Intérpretes: Darlan Alves (oficial X-9 Paulistana), Fredy Vianna (oficial Mancha Verde) e Gilmelândia (ex- vocalista banda Beijo).

2° Samba 14“Samba dos Meninos” - dos compositores: D´Xangô, Douglas Chocolate, Léo Reis, Juliano, Celsinho Mody, Guga Pacheco, “tio” Dô, Paulinho Sorriso e Márcio Zanato.
Intérprete: Celsinho Mody (oficial Acadêmicos do Tatuapé)

A partir das 18h, a quadra já estará aberta para o esquenta com a roda de samba dos músicos da ala dos Compositores. Às 19h30, o mestre Call e a bateria Rolo Compressor darão início ao esquenta da batucada. Às 20h, inicia a tradicional abertura, com a ala Musical cantando os sambas-exaltação da Filial do Samba, roda de pavilhões conduzida pelo primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, carinhosamente apelidados de “casal sorriso”, Fabiano Dourado e Thais Paraguassú, e a participação da Ala das Baianas e Passistas.

Serviço:

Local: quadra social Unidos do Peruche, rua Samaritá, 1040, Ponte do Limão

Horário: a partir das 18h

Nenhum comentário :

Postar um comentário