29 de agosto de 2016

'É Mocidade, o meu pavilhão!'. Mocidade Alegre define samba para o carnaval 2017

Nenhum comentário :
A Mocidade Alegre definiu na noite deste domingo (28) o samba que levará para o Anhembi no carnaval 2017. A parceria composta por Gui Cruz, Imperial, Luciano Rosa, Portuga, Rafael Falanga, Reinaldo Marques, Rodrigo Minuetto e Vitor Gabrielnho, Silas Augusto e Zé Paulo Sierra foi a vencedora do concurso.
Foto: Renato Cipriano


Cinco obras estavam na disputa que aconteceu na quadra da "morada do samba" localizado no bairro do Limão. Com a casa lotada a agremiação definiu o hino que cantará o seu jubileu de ouro com o enredo " A vitória vem da luta, a luta vem da força, e a força, da união" que será feito pela comissão de carnaval composto por Leandro Vieira, Paulo Brasil, Carlinhos Lopes, Neide Lopes.

A noite também foi composta pela apresentação da escola com suas baianas, casais de mestre sala e porta bandeira, diversos segmentos e o time de canto liderado pelo intérprete Tiganá, tudo ao som da bateria "Ritmo Puro" comandada pelo Mestre Sombra.
Foto: Renato Cipriano

Conheça o samba campeão

Compositores: Gui Cruz, Imperial, Luciano Rosa, Portuga, Rafael Falanga, Reinaldo Marques, Rodrigo Minuetto e Vitor Gabriel
Intérpretes: Carlos Junior e Emerson Dias
Participação Especial: Carllão Maneiro

Sou eu quem risca o chão do terreiro
Bom malandro...Na essência de um menino
Sou eu quem o tempo seduz,
E a história conduz à cumprir meu destino
Parti...Em sonhos bordados de glórias
A vitória hei de conquistar
Predestinado à lutar, seguir os meus ideais
Não desistir jamais!
No bom combate, um dom verdadeiro
Vestido com as armas de um guerreiro

Tem que ter coragem pra vencer
Renascer e como o sol brilhar
De peito aberto eu vou...
Seja o que Deus quiser
A minha força vem da minha fé

A voz que revela o caminho,
Me diz que sozinhos não somos ninguém
Todos juntos somos mais e vamos mais além
É Kizomba, herança de Palmares
É o povo, unido em liberdade...Valeu Zumbi!
Cruzei esse Palácio iluminado
Chorei ao ver meu sonho eternizado
E como um Arauto anunciei...
Lá vem ela...Simplesmente poesia
Minha Escola, minha vida
Verdadeiro orgulho do sambista!

Deixa quem quiser falar
Onde o samba fez Morada, é o meu lugar
Um Jubileu de Ouro, uma eterna paixão
É Mocidade, o meu pavilhão!


Nenhum comentário :

Postar um comentário