16 de agosto de 2016

PROSA DO FOLIA: Olivier Luciano, o Pelé, presidente da Cubango

Nenhum comentário :
 Hoje é dia de conhecer um pouco mais Olivier Luciano, o Pelé, presidente do Acadêmicos do Cubango.
Foto: Felipe Araujo

Para começarmos fale um pouquinho sobre você 
- Sou policial militar reformado, torcedor da São Clemente, nascido no Rio de Janeiro, morro Dona Marta, tricolor de coração

Como começou sua trajetória no mundo do samba ?
- Minha mãe foi baiana da São Clemente, gostava de samba mas quando o Sr Castor solicitou as escolas de samba para se apresentar a jovem valores para um curso de carnaval ai conheci grandes diretores de carnaval como Dejair, Jorginho Harmonia, Mestre Chopp e o próprio Chiquinho do babado que era diretor da Mocidade, uma experiência espetacular. Castor dizia que o carnaval seria profissionalizado e nós teríamos de ter grandes profissionais para o mercado

Qual seu carnaval e seu samba mais marcante ?
- Porto da Pedra 1997, Os loucos, 5º colocado. É muito bom o samba e o desfile

Como veio a ideia de um enredo em homenagem a João Nogueira ?
- No centenário do samba o Cid queria este enredo, pedi a ele para ser através das músicas do João Nogueira ai fechamos o enredo

O que podemos esperar do Cubango em 2017 ?
- É um dos carnavais mais complicados pelo momento do país e do estado onde as escolas de samba de comunidade terão que assumir todo o gasto com fantasias onde o recurso é bem menor, por sua vez estamos mais unidos para fazer a diferença

 Já aconteceu algum imprevisto na hora do desfile ?
- Sim, em 2003 teve fantasia que não chegou e em 2006 faltou o chapéu da bateria

 Você é presidente mas samba no pé você tem ?
- Olha o que é a vida, eu não sambo, não toco nada, não bebo, não gosto de barulho mas sou um grande administrador da escola
Foto: André Melo Andrade

 Você tem alguma inspiração no samba ?
- Sim, o grande amigo Jorginho do Império

O que o carnaval mudou em sua vida ?
-Foi no social pois sou um presidente de uma escola que é no bairro mais pobre de Niterói onde a escola é a vida destas pessoas. Não temos um campo de futebol, muito menos uma praça ou um simples cinema

Deixe seu recado para o mundo do samba
- Peço a todos os amigos que gostam de samba que apoie a sua comunidade pois elas são o alicerce da escola, podemos não ter dinheiro mas se fomos unidos somos invencíveis pois vivemos no mundo da fantasia. Tudo de ruim que acontece na nossa vida é pra melhor pois fica a lição para não repetimos o erro. Deixar aqui um registro de gratidão ao Sr Marcelo Petrus Callil por tudo que fez pela verde e branco. Obrigado a todos pelo espaço e um grande abraço.
Thais Macedo, rainha de bateria da Cubango, Pelé e Ana Zerbini, primeira dama da agremiação

Nenhum comentário :

Postar um comentário