2 de setembro de 2016

PROSA DO FOLIA: Viviane Rodrigues, rainha de bateria do Imperador do Ipiranga

Nenhum comentário :
Ela em 2017 estará à frente da bateria do Imperador do Ipiranga. Em 2016 esteve fora do carnaval paulistano e nos revela como é bom estar de volta. Recentemente teve seu nome envolvido na operação "Lava Jato" e esclarece tudo no nosso papo. Confiram a prosa de Viviane Rodrigues.

Para começarmos fale um pouquinho sobre você (um lado que as pessoas não conheçam)
- Quando não estou em atividades com o samba minha vida se resume no meu trabalho, em cuidar do meu filho de 16 anos, cuidar da casa e curtir minha familia.

Como começou sua trajetória no mundo do samba ? Por quais escola você já passou ?

- Comecei no mundo do samba aos 7 anos de idade participando dos ensaios da minha escola aqui do Sul, Estado Maior da Restinga onde sou madrinha da bateria. No carnaval paulistano comecei em 2012 na Acadêmicos do Tatuape onde fui Madrinha da bateria por 4 anos.

Em 2016 você ficou fora do carnaval paulistano, como é estar de volta em 2017 ?
- Em 2016 fiquei de fora do carnaval paulistano por causa de alguns problemas pessoais. Preferi ficar de fora e assistir pela Tv, confesso que foi uma tortura emocional, chorei por não estar desfilando na Tatuape.  Mas a males que vem para o bem.  Estou retornando ao samba em grande estilo como Rainha da Bateria do Imperador do Ipiranga.  Fui convidada pelo carnavalesco Mauro xuxa e pelo Presidente Eduardo de Lukas para ser a Rainha aceitei de imediato o convite, estou realizando um grande sonho e sou eternamente grata a toda escola e a comunidade que me receberam de braços abertos. Estou curtindo muito esse novo amor ser Rainha da Bateria do Imperador do Ipiranga esta me trazendo muitas alegrias e oportunidades na vida.  Me identifico com a comunidade,  gente guerreiro que não foge da luta.Por causa desse amor estou pensando seriamente em mudar de mala e cuia (proverbio gaúcho)  para São Paulo. Aqui no sul sou madrinha da bateria da Restinga e Musa da Xavabanda de Pelotas.


Você desfilou como destaque da Alegria da Zona Sul em 2016, podemos ter sua presença novamente no carnaval carioca ?
- Para o carnaval carioca de 2017 ainda não surgiu nenhum convite, tenho um grande sonho em Desfilar na Portela minha escola do coração no carnaval Carioca. Já desfilei na Alegria da Zona Sul 2016 como Madrinha da escola e também Império da Tijuca como Musa da escola 2013.

Qual seu carnaval e seu samba mais marcante ?
- Meu carnaval marcante foi com a Tatuape em 2014, a escola fez uma homenagem a São jorge, Ogum meu protetor na religião.  Representei uma guerreira e me identifiquei muito, foi um desfile bastante emocionante pra mim.

Como é a sua preparação para o carnaval ?
- Para o carnaval me preparo com atividades fisicas e uma alimentação mais leve para manter boa forma e resistência nos ensaios e para o dia do desfile.


Você tem alguma inspiração no samba ?
- Me inspiro nas passistas das escolas, samba no pé é muito importante para uma Rainha,  postura e graciosidade fazem parte, mas o samba no pé é indispensável.

O que o carnaval mudou em sua vida ?
- O carnaval faz parte da minha vida. Posso dizer que graças a ele muita coisa boa aconteceu pra mim. Tenho orgulho de ser uma sambista uma mulher que luta pela valorização da nossa cultura que é o carnaval.


Para finalizarmos, deixe seu recado para o mundo do samba
- Poucos conhecem a mulher Viviane Rodrigues. A pouco dias atras fui envolvida injustamente no assunto lava jato onde meu nome foi citado , fui muito injustiçada pré julgada por pessoas que nem sabiam direito o que estava acontecendo. Fui uma vitima. Me senti usada, usaram a figura de uma mulher que luta pelos seus objetivos sem precisar roubar nada de ninguém.  Graças a Deus sou inocente e consegui provar que não tenho e nunca tive nada com haver com esse assunto. Mas a ferida ainda esta aqui dentro do coração por causa de tudo que passei  e ninguém quer saber disso. Mas sou forte e minha cabeça só baixo pra rezar... Tenho certeza que Deus esta reservando coisas boas pra mim. Quem não deve não teme. Poderia ter usado toda essa midia negativa para aceitar vários convites que recebi para pousar nua e dar entrevistas sobre o assunto lava jato, mas não sou oportunista,  minha história construi com dignidade e humildade e isso ninguém vai me tirar. Meu recado para o mundo do samba. Mais amor e menos rancor, quem samba é mais feliz!

Nenhum comentário :

Postar um comentário