27 de janeiro de 2017

FOLIA NOS BARRACÕES: Dragões da Real aposta em Asa Branca em busca do campeonato

Nenhum comentário :
O Folia do Samba abre hoje a série que mostrará um pouco do que as escolas do carnaval Paulista levarão para avenida em 2017. Para começarmos, desvendamos com o carnavalesco Dione Leite um pouco do que a Dragões da Real está preparando para seu desfile.

Embalada pela canção Asa Branca, patrimônio cultural da música brasileira, a escola optou em dar uma nova "roupagem",uma forma de amadurecer, sair do mundo abstrato, infantil e colorido. Depois de diversas opções de enredo, a comissão de carnaval optou pelo Nordeste. Por pouco a agremiação não levou a história inspirada em "Os Sertões", porém a melancolia acaba de uma forma muito forte, fazendo o desfile terminar de uma forma pesada com a guerra de canudos, não sendo o que a escola buscava.


O DESFILE
Asa branca trouxe exatamente o que a escola precisava, os cinco passos para desenvolver o enredo. A fé, a fauna e a flora , a questão do andar desse homem e acreditar sempre,  a retratação desse  poder do sertanejo e do nordestino de levar a cultura dele para qualquer lugar que ele vá e no final o sonho dele de ver sempre os campos verdejar para enxergar nele os olhos de rosinha que é quando ele volta e é recebido com uma grande festa.

A Dragões vem sempre como uma das escolas favoritas, grandiosa , em 2017 foge um pouco dos seus desfiles anteriores, aposta em uma nova cara. "Dragões é uma escola bem ousada, medo não é uma palavra que combina com a agremiação porém temos que tomar cuidado, mas é o que eu sempre digo carnaval campeão é carnaval ousado, com desafios", revelou o carnavalesco Dione.


No ano em que Asa Branca completa 70 anos, a escola tem a responsabilidade de transformar os versos da música em imagem ao telespectador. "Os versos de canção dão a base ao enredo, hoje é quase a sinopse do nosso desfile,  o que poderão ver na avenida é  que cada refrão do hino se dispõe em Asa Branca", disse Dione.

O CARNAVAL DA CRISE
Uma das palavras mais faladas esse ano é crise. A procura de materiais alternativos e criatividade são um desafio para os carnavalescos. Na Dragões, para deixar o carnaval rico em textura visual foi usado bastante palha, muito couro e camurça, exatamente para trazer o ambiente do nordestino para avenida.


SURPRESA

Toda escola aposta em um ponto forte e surpresas para o desfile.Uma das marcas da vermelha e branca é ser ousada e surpreender. A escola apostará em alegorias vivas trazendo cerca de 500 pessoas aproximadas em seus carros alegórico utilizando uma logística maior do que a dos outros anos. "Eu diria que vale a pena ficar de olho em todos as alegorias mas em especial o carro 2, vamos mostrar a força dessa terra, realmente desse chão rachado que brota da terra.

Em 2017 a  escola que é presidida por Renato Rodrigues será a 4ª escola a  desfilar no sábado, 25 de fevereiro sendo a segunda noite dos desfiles do grupo Especial de São Paulo . O enredo "Dragões canta Asa Branca" é desenvolvido por uma comissão de carnavalescos composta por Dione Leite, Jorge Silveira, Márcio Gonçalves e Rogério Felix.

Nenhum comentário :

Postar um comentário