21 de fevereiro de 2017

“A Viradouro está no caminho para voltar a ser uma grande potência", afirma diretor

Nenhum comentário :
Trabalho de ateliês e barracão concluídos e fantasias entregues, coisas que três meses atrás nem os mais otimistas componentes acreditavam ser possível, deu à comunidade da Unidos do Viradouro a certeza que a escola entrará na Marquês de Sapucaí em condições reais de fazer um desfile que honre a importância da escola no cenário do Carnaval carioca.
 
A opinião é de Alex Fab, que, com Dudu Falcão, passou a fazer parte do time da vermelho e branco em junho do ano passado. Eles chegaram para integrar, com outros dois componentes, a comissão de carnaval e harmonia. De novembro pra cá, no entanto, a dupla assumiu a tarefa de reestruturar a escola a tempo de torná-la competitiva na difícil disputa pelo título da Série A (antigo Grupo de Acesso).
Alex Fab e Dudu Falcão diretores de carnaval e harmonia / Foto: Carlos Papacena

 
- Quando entramos, no meio do ano, não imaginávamos que a situação estivesse tão complicada. No decorrer dos meses, fomos sentindo que era uma questão realmente delicada. O panorama só começou a mudar quando a nova diretoria assumiu em novembro, mudando totalmente o que a gente via que estava se desenhando – revela Alex, que garante que o projeto do carnavalesco Jorge Silveira, também estreante na escola, foi cumprido integralmente.
 
A experiência de mais de uma década de Alex na harmonia da Portela e, nos últimos três anos, na Imperatriz Leopoldinense, onde, juntamente com Dudu, faz parte da equipe de Luiz Carlos Escafura (diretor do segmento na escola de Ramos), legitima a avaliação que ele faz do atual clima da escola de Niterói:
 
- No início, sentimos a comunidade ausente. Um afastamento até certo ponto natural, pois poucos esperavam que a escola pudesse se aprontar a tempo. Aos poucos, as pessoas foram voltando a frequentar e acreditar. Um bom termômetro disso foi o que a escola mostrou no ensaio técnico na Sapucaí, quando todos sentiram a força que ela tem. Nesse processo todo, uma certeza que eu tenho, independentemente do resultado no dia da apuração, é que tendo Marcelo Calil (presidente de honra) no comando, a Viradouro está no caminho para voltar a ser uma grande potência do Carnaval – conclui Alex Fab, que, além da vermelho e branco e da Imperatriz Leopoldinense, integra a equipe de direção de carnaval da Liga Independente das Escolas de Samba, cuidando da concentração e armação das escolas do Grupo Especial.
 
O enredo da Viradouro é “...E todo menino é um rei!”. A escola será a terceira a desfilar na Marquês de Sapucaí na próxima sexta-feira.

Nenhum comentário :

Postar um comentário