28 de junho de 2017

Ouça o samba oficial da Inocentes de Belford Roxo para 2018

Nenhum comentário :
A Inocentes de Belford Roxo realizou, neste final de semana a gravação oficial independente do seu samba-enredo para o Carnaval de 2018, em um estúdio em Marechal Hermes.


- Está gravação não é a oficial da Lierj, mas tivemos a necessidade de fazê-la porque a alguns dias vazou uma gravação que foi feita as pressas, pois precisávamos aprender o samba para apresentá-lo na festa de aniversário de Magé. A mesma não tinha arranjo adequado. Mas quando vimos estava tocando em rádios e sites. Esta nova gravação está com mais qualidade, tivemos mais tempo para prepará-la, vamos apresentá-la junto com o clipe que fizemos e lançaremos na nossa festa de aniversário. Nosso samba é maravilhoso, está agradando a todos. O prefeito Tubarão e a população de Magé que esteve presente, na festa aprovaram e aplaudiram nosso sambão. O sambista carioca e a imprensa tem elogiado - disse Reginaldo Gomes





No próximo ano a escola vai levar para a Avenida uma homenagem aos 452 anos do município de Magé, com o enredo: “Mojú, Magé, Mojúbà – Sinfonias e batuques”, do carnavalesco Wagner Gonçalves.

Segundo o diretor musical, Vitor Alves e o intérprete Ricardinho Guimarães, a nova gravação foi feita com ritmistas e carro de som da Inocentes foram também, preparados arranjos mais elaborados.

- Valeu a pena ficarmos mais de doze horas fazendo essa gravação. Queremos agradecer a todos que participaram dessa empreitada, desde o coro formado por profissionais renomados até os ritmistas comandados por mestre Washington Paz. Incluímos o atabaque e o agogô de duas boca no arranjo que deram um swing especial na melodia. Tá muito bacana a nossa gravação - declararam, Vitor Alves e Ricardinho Guimarães.

O hino é de autoria de Cláudio Russo e André Diniz, e foi encomendado pela presidência, adotando um novo formato nesta temporada.



- A história de Magé é muito maior que a gente imaginava. Fiquei impressionado pela sua importância cultural para o Estado do Rio. O caminho adotado pelo carnavalesco para falar desse município nos permitiu criar um samba muito valente - disse Claudio Russo.


- O convite para compor o samba da Inocentes chegou através de Claudio Russo, autor que admiro e respeito. Procuramos sair do lugar comum ao compormos esse samba com uma harmonia diferente e uma letra inovadora com jogo de palavras e modulações inesperadas. Graças a Deus a escola terá um dos grandes sambas de enredo do carnaval - falou André Diniz.

O samba será cantado na festa de 24 anos da Inocentes, no dia 9 de julho, quando também acontecerá o lançamento do clipe.


MOJÚ, MAGÉ, MOJÚBÀ – SINFONIAS E BATUQUES

AUTORES: Cláudio Russo e André Diniz 

UM BATUQUE AFRICANO ME CHAMOU
A PINTURA FEZ DA TELA, SEU LUGAR
OS PRAZERES VÃO SE REFLETIR
NAS HISTÓRIAS QUE EU VOU CONTAR
SAI O TREM DA ESTAÇÃO, PRA TRILHAR ESTA CANÇÃO
MOJU, MAGÉ, MOJÚBÀ!
LUZ DOS OLHOS DE OLODUMARÉ EM CADA AMANHECER


TOCA O ATABAQUE, ONDE A ÁFRICA APORTOU
CLAMANDO POR PIEDADE
TOCA O ATABAQUE, ONDE A LÁGRIMA APORTOU
MARIA CONGA ERGUEU A LIBERDADE


BENTA ÁGUA, RITOS TÃO DIVINOS.
SENTIMENTOS CRISTALINOS
PUREZA A PÉ, PROCISSÃO...
SE A FESTA É DE PEDRO NÃO DEMORA
NOSSA FÉ, SENHORA, DESTA ORAÇÃO!
A TRIBO QUE CHEGOU AQUI PRIMEIRO
DEU O NOME FEITICEIRO ÀS ENTRANHAS DESSE CHÃO


AUÊ, AUÊ NA RIQUEZA DA PINGUEIRA                                         
PRA ESCORRER A DOÇURA BRASILEIRA                 
CAMINHO DO NOBRE METAL
PAVIO DE FOGO E FÉ
DA LUTA CONTRA O MARECHAL
AOS DRIBLES NA VIDA, MANÉ
FOLIA DE TODOS OS REIS
E O SAMBA DESABROCHANDO EM FLOR, NAS CORES DO PINTOR


QUEREM PEMBA, QUEREM GUIA,
QUEREM FIGA DE GUINÉ
AXÉ, MAGÉ                                                                               
SINFONIA DE TAMBORES,
HOJE A GIRA VAI GIRAR
Ê MOJÚBÀ, Ê MOJÚBÀ

Nenhum comentário :

Postar um comentário