7 de julho de 2017

PROSA DO FOLIA: Danilo Dantas, carnavalesco da Tradição Albertinense

Nenhum comentário :
Um carnaval colorido, alegre e cheio de novidades é o que veremos ele fazer no Anhembi em 2018. Com passagens por diversas agremiações hoje é dia de conhecer mais sobre a carreira de Danilo Dantas, carnavalesco da Tradição Albertinense, do grupo 1 da UESP. 
Foto: Renato Cipriano

Quem é o Danilo Dantas ? 
- Ah um cara verdadeiro, que fala o que pensa, que prioriza a familia, cristão, chato e que ama o que faz, hoje o carnaval é meu trabalho e minha paixão !

Como começou a sua relação com o carnaval ?
- Desde pequeno, morava ao lado de uma escola de samba aí o envolvimento foi natural. Desde 1997 vou aos desfiles e anos depois já estava tocando numa bateria e trabalhando no ateliê de uma escola de samba, mas muita coisa aprendi fuçando, indo atrás e sendo muito curioso.

Por quais escolas você já passou e qual ano foi o mais marcante ?
- Colorado do Brás, Barroca Zona Sul, União da V. Albertina, Dragões da Vila Alpina e Tradição Albertinense onde retorno em 2018 e farei também pela primeira vez a Só Vou Se Você For pelo grupo 3. Sem dúvidas o melhor foi o ano de 2014 pela Colorado pois foi o ápice, era minha estréia no grupo de acesso e quebramos um tabu, desde 2006 quem abria os desfiles caia e mudamos isso! Depois de 2014 continua a sina, quem abre não tem conseguido permanecer no grupo, por tudo isso vejo com um fato marcante e que deu condições para a Colorado se estruturar e se fortalecer entre as grandes e enfim passar a brigar pelo titulo como foi esse ano.

Como veio o convite para a Tradição Albertinense ?
- Durante o carnaval 2017 o Tuttu, meu amigo e diretor geral da escola viu que não estava feliz e me chamou para resgatar a alegria de fazer carnaval e produzir um desfile competitivo pela Tradição em 2018.  Após o carnaval não pensei duas vezes e entramos em um acordo visando condicionar a Tradição para que em 2, 3 anos pudesse chegar ao grupo de acesso. Estou muito contente em estar de volta para a escola pela primeira vez atuei como carnavalesco.


O que podemos esperar do desfile "Das Praças aos palcos a trupe albertinense apresenta as mil e umas faces do artista brasileiro" ?
- Um carnaval colorido, alegre e cheio de novidades. Vamos mudar a cara da Tradição Albertinense trazendo carros alegóricos com mais elementos do que a escola vem trazendo nos últimos anos e alas coreografadas por toda desfile, será um carnaval contagiante.

O que você pode adiantar do carnaval 2018 ?
- Que estamos bem adiantados, começamos cedo queremos até o final do ano estarmos com todas as fantasias prontas, está ficando lindo!

De onde vem inspiração para enredos autorais ?
- Toda hora pensamos no que pode virar enredo, um filme, um sonho, uma conversa, enfim tudo! Mas nem sempre é assim, as vezes temos que pensar em enredos que se encaixem no orçamento da escola.


"As vezes temos que pensar em enredos que se encaixem no orçamento da escola"


Você é carnavalesco mas o samba no pé, você tem ?
- Nenhum, só com dedinho igual gringo rsrs


Você tem alguma inspiração no samba ?
- Não me inspiro em ninguém, mas admiramos alguns amigos que fazem carnavais brilhantes e claro sempre estudando muito carnavais do passado.

O que o carnaval mudou em sua vida ?
- Olha eu mudei tudo em busca de um sonho, eu tinha até que uma posição de destaque na empresa que trabalhava mas não era feliz, hoje faço o que me faz feliz graças ao carnaval, as vezes temos alguns percalços mas tentamos manter a cabeça em pé. 

Deixe seu recado aos internautas do "Folia do Samba" e aos admiradores do seu trabalho
- Agradecer o reconhecimento do site para com meu trabalho e desejar um bom carnaval para todos. Para aqueles que acreditam no meu potencial prometo não decepcioná-los mais uma vez. Não estou entre os 22 carnavalescos dos 2 principais grupos do nosso carnaval, mas estou trabalhando para alcançar meu lugar por lá novamente com dignidade e muito empenho, pois a honra pra mim vale mais que status e resultados. Ser feliz está em 1º lugar e não tenho medo de dar de novo um passo para trás para dar saltos maiores mais a frente. 
Foto: Emerson Pier Tuzi

Nenhum comentário :

Postar um comentário