5 de julho de 2017

PROSA DO FOLIA: Leonardo Catta Preta, carnavalesco da Colorado do Brás

Nenhum comentário :
Em 2017 ele levou a Roliúde do Sertão para o Anhembi. Para 2018 trará o axé para a passarela do samba. Mas hoje é dia de conhecer um pouco mais da vida e carreira de Leonardo Catta Preta, carnavalesco da Colorado do Brás.


Quem é o Leonardo Catta Preta  ? 
- Leonardo é um menino sonhador que largou a cidade do interior atras de um sonho, sempre falo que não escolhi o carnaval, mas ele sim me chamou e eu fui. Me descrever é um pouco complicado pois não tenho nada de diferente ou especial, posso dizer que como todo Brasileiro, luto todos os dias, mas não posso reclamar que aos poucos estou conseguindo meus objetivos dentro do universo das artes.

Como começou a sua relação com o carnaval ?
- Minha relação com o carnaval começou cedo, fui integrante de comissão de frente e de la para cá, não parei mais, mas mesmo não estando presente sempre assistia o carnaval na tv com a família e de uma certa forma aquilo já me emocionava.

Por quais escolas você já passou e qual ano foi o mais marcante ?
- Passei pela Mocidade Independente de padre Miguel ( Rj) Império de casa verde (SP) X9 Paulistana e atualmente Colorado do Brás, E Deu Chucha na Zebra (Uruguaiana) e o momento que me marcou foi o carnaval dos sonhos na escola Império de casa Verde onde pude realizar 80 % do meu projeto, sem duvida aquele momento ficou marcado para sempre, e uma outra coisa que me marcou também foi a minha demissão da mesma escola onde fiquei por três anos, confesso que fiquei em depressão e pensei em desistir do carnaval, fiquei muito abalado, mas foi quando uma grande amiga me ligou e disse Léo bola para frente você foi substituído pelo melhor carnavalesco de São Paulo, então tirei uma boa lição e segui em frente e não desisti da minha arte.


Como veio o convite para a Colorado do Brás ?
- Através de indicações de amigos, não conhecia ninguém da Colorado então fui apresentado e adorei o clima da escola e lá estou indo para o segundo ano.

Em 2018 você traz um enredo afro, para muitos se torna uma opção "mais barata". O que podemos esperar da Colorado para 2018, um afro mais luxuoso ou tradicional ?
-  Nem um nem outro, vou apresentar uma referencia a África sobre um olhar surreal abstrato, mistura de realidade e fantasia, vou misturar luxo com rustico, seguindo a leitura do meu trabalho.


"Vou misturar luxo com rústico, seguindo a leitura do meu trabalho"

De onde vem inspiração para enredos autorais ?
 - Ainda não tive esta oportunidade, sonho em poder fazer um enredo meu,mas gosto também de colocar asas aos sonhos de outros.  

Você é carnavalesco mas o samba no pé, você tem ?
- Não tenho este dom, isso falta em mim. rsrsrs.

Você tem alguma inspiração no samba ?
- Me inspiro muito em meus grandes mestres que para mim são a referencia do que um dia quero me torna Alexandre Louzada e Cid Carvalho, e em São Paulo me inspiro no Carnavalesco André Machado que para mim e um exemplo de artista completo, quando crescer quero ser um André.

Deixe seu recado aos internautas do "Folia do Samba" e aos admiradores do seu trabalho
- Gostaria de agradecer a todos pelo carinho nas redes sociais e dizer que sou muito grato e fico muito feliz por fazer parte deste universo chamado carnaval.

Nenhum comentário :

Postar um comentário