5 de setembro de 2017

Diego Nicolau comemora o bicampeonato no concurso de samba-enredo da Unidos de Bangu

Nenhum comentário :
Na madrugada desta segunda-feira, dia 04 de setembro, a Unidos de Bangu escolheu o hino oficial do enredo "A Travessia da Calunga Grande e a Nobreza Negra no Brasil", que será desenvolvido pelo carnavalesco Cid Carvalho.

A parceria formada pelos compositores Diego Nicolau, Dudu Senna, Richard Valença, Renan Diniz, Orlando Ambrósio, André Kaballa, Márcio de Deus e Ivan Câmara, com as participações especiais de Rafael Prates e Washington Motta, foi a vencedora do concurso de samba-enredo.


O anúncio foi feito pelo presidente Marcelo do Rap por volta das 02 horas da madrugada de segunda. Ele, em breve discurso, agradeceu aos compositores que participaram das eliminatórias na vermelho e branco da Zona Norte e, em especial, as cinco parcerias finalistas.

Em seguida passou a palavra ao presidente de honra, Sandro Avelar, que enalteceu a força das parcerias concorrentes, ressaltando que não iria anunciar a parceria, mas sim os intérpretes oficiais Leandro Santos e Thiago Brito. 

Antes do anúncio do hino oficial, os segmentos da Unidos de Bangu se apresentaram. Baianas, Passistas, Velha Guarda, casais de mestre-sala e porta-bandeira se apresentaram no Cassino Bangu ao som da bateria Caldeirão da Zona Oeste sob o comando de mestre Léo Capoeira e das vozes dos intérpretes Leandro Santos e Thiago Brito.

Foi assim definido através de sorteio a ordem de apresentação das parcerias: Felipe Filósofo, Samir Trindade, Domenil, Bertolo, Dr. Marcio, Paulinho Ju, Leo Dias, Beto Rocha (Samba 5); Fabio Fonseca, Felipe Borges, Henrique Costa, Jair Nascimento, J. Pereira, Paulinho Ferreira, Rodrigo Nunes e Wellington Amaro (Samba 3); Diego Nicolau, Dudu Senna, Richard Valença, Renan Diniz, Orlando Ambrósio, Rafael Tinguinha, Rafael Prates, André Kaballa, Marcio de Deus, Washington Motta e Ivan Câmara (Samba 6); Marcelo Guimarães, Vander Silva, Ney do Pagode, Denilson Costa, Orelha e Itaguaci (Samba 2); Thiago Martins, Wagner Mariano, Claudio Vagareza, Lu Moura, Diogo Silva, JC Saraiva, Juninho Sambista e Rodrigo Ponte (Samba 10. 


Após a divulgação do resultado, o compositor Diego Nicolau declarou sua felicidade em conquistar o bicampeonato na Unidos de Bangu. "Estou muito feliz pelo resultado e bicampeonato conquistado na Unidos de Bangu. No ano passado consegui com o samba ajudar a escola na conquista do título e retorno à Série A. Tomara que o samba ajude a escola a galgar mais um degrau no Carnaval 2018. O enredo é maravilhoso e nos proporcionou escrever esse refrão que caiu no gosto popular. Tínhamos que fazer algo diferente. Enredos bons facilitam na escrita da obra. A safra foi muito boa e parabenizo todos os compositores que participaram da disputa de samba-enredo. Decidimos fazer um canto em orubá no refrão, deu muito certo e nos proporcionou essa alegria", declarou. 

A agremiação de Bangu, que abrirá o desfile da sexta-feira de folia pela Lierj, foi a última da Série A a escolher seu hino oficial para o Carnaval 2018 em seis passadas para cada parceria. 

LETRA DO SAMBA DA UNIDOS DE BANGU CARNAVAL 2018

SAMBA CAMPEÃO

DIEGO NICOLAU, DUDU SENNA, RICHARD VALENÇA, RENAN DINIZ, ORLANDO AMBRÓSIO, RAFAEL TINGUINHA, RAFAEL PRATES, ANDRÉ KABALLA, MARCIO DE DEUS, WASHINGTON MOTTA E IVAN CÂMARA
INTÉRPRETES: LUIZ DE OLIVEIRA, TEM-TEM JR. E MARQUINHO ART’SAMBA


A LINDA LUA DE ÁFRICA
VAI REFLETIR, NA TUA PELE (NEGRA)
SOMOS HERDEIROS DO ALAFIN DE OYÓ
O ELO MAIOR COM A NATUTEZA
OLHAR DE SERPENTE, NOBREZA DE RAÇA
QUE QUEBRA A CORRENTE
E NÃO SE ENTREGA NÃO
TEM A VALENTIA DE UM LEÃO
BRILHOU…
NOS OLHOS O FOGO ANCESTRAL
ALUMIANDO O RITUAL
O CÉU E O MAR, ORUM E AIYÊ
SE UNEM PRA TE PROTEGER

ÔÔÔÔ CALUNGA É DOR
É UM CLAMOR POR PIEDADE
Ê MARÉ! QUE DANÇA
Ê MARÉ! BALANÇA O TUMBEIRO
VELHO PRISIONEIRO DA DESIGUALDADE
OCEANO INTEIRO É PRANTO DE SAUDADE

O BRADO DE AGOTIME ECOAVA
RAINHA, MÃE NAÊ DO AGONGONÔ
GALANGA VIROU CHICO-REI
PALMARES É O MEU YLÊ
TEM FESTA NO QUARITERÊ
SEGUINDO EM DEVOÇÃO EU VOU
AO ÉBANO ALTAR DA “GINGA”
TOQUE DE CABAÇA ENFEITIÇADO
EU QUERO VER O NEGRO SER COROADO
NO PORÃO DA FÉ ÔÔÔ
LEVA AFEFÉ, MEU AFÃ (PRO MAR)
E ETERNIZA ESSE CANTO YORUBÁ

EABADEIAIA
IAIA AIÊ EABADEIAIA EIAIÁ
EABADEIAIA
IAIA AIÊ EABADEIAIA
BANGU VAI CANTAR!

Nenhum comentário :

Postar um comentário