18 de setembro de 2017

Terceiro Milênio apresenta fantasias, samba e coreógrafo para 2018

Nenhum comentário :
Em uma noite memorável que marcou a história da comunidade do Grajaú, o carnavalesco Murilo Lobo apresentou 13 fantasias e mais as alas das Crianças, Baianas e Bateria. Ainda no início da festa, o diretor cênico e ator Régis Santos foi anunciado como  novo coreógrafo da comissão de frente e o patrono, o vereador Milton Leite, entregou o pavilhão do enredo ao casal de mestre-sala e porta-bandeira. 
Foto: Leo Franco 

Após os desfiles dos protótipos, o intérprete oficial Vagner Mariano e o mestre Diego já iniciaram o hino que vai embalar o desfile “Na força da coruja, deixe a lenda te guiar” de autoria dos compositores Darlan Alves e Marcelo Casa Nossa.

Embalados pela alegria contagiante da comunidade, dos ritmistas, público e os apaixonados pela escola de samba Estrela do 3° Milênio, o carnavalesco Murilo Lobo e a direção da escola apresentaram o conjunto de fantasias de 2018. 

Ao som do swing da bateria Pegada da Coruja, Murilo foi apresentando os figurinos das alas e composições dos carros alegóricos e explicando o significado de cada um para que todos compreendessem as fantasias.
Foto: Leo Franco 

Os modelos, membros dos departamentos e das alas, desfilavam e sambavam em um palco em formato de “u” e, a cada aparição de uma nova fantasia, aplausos, gritos e muita emoção. “A comunidade recebeu muito bem o meu trabalho. Foi emocionante ver a atenção e expectativa deles. Estou muito feliz com o resultado do trabalho e, mais feliz ainda, com a resposta do nosso povo”, afirma o artista. 

CONFIRAM AS FANTASIAS 

Algumas passistas até choraram de emoção ao ver a fantasia “Índias norte-americanas”, as baianas esticaram os braços e balançaram as mãos mandando energia positiva ao figurino batizado de “Mãe Coruja” homenageando as mães do samba e associando a superproteção da ave. A rainha de bateria Elaine Abreu foi pessoalmente buscar o modelo e ritmista Jorginho para apresentar a fantasia dos musicos “Aprendizes de Feiticeiro”. Ao final, o carnavalesco ganhou um rufo de bateria acompanhado por muitos aplausos do público presente.

Trilha 2018

Outra surpresa da noite foi o lançamento do samba-enredo, dos renomados compositores do Carnaval de São Paulo: Darlan Alves e Marcelo Casa Nossa.  Foi nesse clima de alegria contagiante que Vaguinho, acompanhado do time de canto, e meste Diego  e sua bateria, executaram pela primeira vez a canção de 2018. "Esse samba combinou perfeitamente com o clima da escola: leve e alegre. A comunidade abraçou o samba e todo projeto. Agora é trabalhar muito", declara Murilo.






Comissão de frente

Há quase 30 anos atuando no Carnaval de São Paulo, o diretor cênico e ator Régis Santos, assume pela segunda vez em sua história,  a comissão de frente de uma agremiação. "Estou muito honrado em fazer parte dessa família", diz Regis. Sua estreia foi neste ano pela Unidos do Peruche no grupo Especial.
Foto: Leo Franco

Nenhum comentário :

Postar um comentário