27 de outubro de 2017

PROSA DO FOLIA: Junior Cabeça, diretor de carnaval da Porto da Pedra

Um comentário :
Sexta é dia de Prosa, dia de conhecer a trajetória de Junior Cabeça, diretor de carnaval da Porto da Pedra



Quem é o Junior Cabeça?
- Tenho 37 anos, nascido e criado em Niterói, ex atleta de futebol, jogador profissional, formado em educação física, trabalho na área e no carnaval, totalmente apaixonado por minhas profissões, pai de dois filhos, idealizador e realizador de sonhos das pessoas, isso é minha maior alegria, toda vez que vejo alguém realizando um sonho que eu pude ajudar ou que eu tenha realizado é como se fosse a realização dos meus. Sou um cara gente boa e do bem, totalmente disposto a trabalhar, amo trabalhar e tô sempre disposto a ajudar qualquer um
Como começou a sua relação com o carnaval ?
- Familia de sambista, meu pai é imperiano roxo, minhas tias são daquelas que desfilam em  5, 6 escolas. Aos 9 anos fui convidado pelo tio Paulinho participei da ala das crianças da Viradouro e então desde lá eu nunca mais sai do carnaval, o único lugar do mundo que eu me sinto 100% feliz.

Por quais escolas você já passou e qual ano foi o mais marcante ?
- Comecei na ala das crianças da Viradouro, depois passei para bateria da escola e comunidade aonde eu comecei a frequentar e aprender na harmonia com o mestre Guilherme Nóbrega e dali eu comecei a rodar. Já fiz parte da harmonia da Imperatriz, fui diretor de carnaval pela Em cima da Hora durante 3 anos, passei pela Santa Cruz, União da Ilha. Assumi o cargo de diretor de barracão da Viradouro por 5 anos, aprendi muito com  Jr Schall e o Hélcio Paim onde me credenciaram a estar na função de diretor de barracão, e atualmente tô na frente da Unidos do Porto da Pedra.

Como veio o convite para a Porto da Pedra 2018 ?
- Não foi um convite feito assim automático, vem acontecendo durante 4 anos, eu venho conversando com o presidente sobre a possibilidade. Com a minha saída da Viradouro sentamos para concretizar o convite e aceitei de imediato, pois é uma pessoa que tenho uma admiração muito grande, um amigo que conheço desde pequeno, ele me mostrou o projeto e achei maravilhoso, mostrei a minha forma de trabalhar  e ele aceitou prontamente e assim começamos esse trabalho que eu venho me surpreendendo a cada dia e me felicitando por estar na Porto da Pedra.

Como é retornar a direção de carnaval, dá um gás maior ?
- Sim, dá um gás muito grande até porque eu sou muito competitivo e não entro em nada que eu não saiba que tenha condições de ganhar, e mesmo quando eu entro em uma disputa eu faço de tudo para que eu possa chegar na frente. Um amor muito grande me faz retornar com muito mais disposição de trabalho e força de vontade que sempre tive, em busca de chegar mais uma vez ao titulo do carnaval como eu ja cheguei algumas vezes

O que podemos esperar do Tigre de São Gonçalo para o próximo ano ?
- A Porto da Pedra vem com o enredo maravilhoso e histórico, um feeling muito grande do nosso carnavalesco, dentro dele você tem 10 enredos, cada uma das rainhas do rádio formariam um enredo facilmente. A escola vem com um carnaval lindo, muito grande, temos uma equipe muito boa, jovem mas com o talento muito grande. O que eu posso falar é preparem se para se emocionar, a Porto vem para brigar pelo titulo de carnaval 2018. Respeitando as coirmãs, para ganhar o carnaval elas terão que ganhar da Porto da Pedra. Teremos um desfile muito forte, pronto e organizado.

Você tem alguma inspiração no samba ?
- Tenho muitas, tive grandes mestres, grandes professores pois sempre tive muita vontade de aprender. Penso que pra você ser um diretor de carnaval você tem que ter passado por todos os setores. Na parte de harmonia tenho Guilherme Nóbrega, na parte de estrutura de barracão e carnaval o Jr Schall e o Hélcio Paim, as duas pessoas que eu pude tirar o máximo de conhecimento e na parte administrativa que é muito importante a minha inspiração é meu amigo pessoal Wilsinho Alves e o grande mestre Laila que engloba todos os setores que eu acabei de falar, ele conhece trazer todo o carnaval pra cima dele.

O que o carnaval mudou em sua vida ?
- Existe um momento da vida que a gente esquece um pouco o individualismo, com o carnaval eu aprendi que a gente consegue ser feliz fazendo a felicidade dos outros. Como é bom ver a felicidade de uma baiana, de uma velha guarda, um ritmista, um componente de ala te abraçar e pedir obrigado pelo aquilo que você ta fazendo, nada muda se não for dessa forma. Eu pude fazer a minha felicidade realizando e idealizando sonhos de outras pessoas. Quando a gente fecha aquele portão e você vê as pessoas vindo te agradecer, quando você vê aquela passista que se tornou musa, rainha, um segundo casal que você faz virar primeiro e dá certo, isso é o carnaval pra mim, oportunidade ver as pessoas felizes.

Deixe seu recado aos internautas do "Folia do Samba" e aos admiradores do seu trabalho
- Quero agradecer ao Folia do Samba pelo espaço para contar um pouco da minha história. Temos um espaço democrático, vamos nos unir cada vez mais, estamos passando por um período de dificuldade no carnaval onde cada torcedor de todas as escolas, desfilante , público,  chegou a hora de nos unirmos para continuar com nossa bandeira forte para fazermos um carnaval inesquecível. Para os admiradores do meu trabalho tenho só que agradecer, que é por vocês que a gente estuda e aprende cada vez mais para tentar evoluir, para mostrar ao mundo do samba uma carnaval cada vez melhor para curtirmos e nos divertimos cada vez mais.

Um comentário :

  1. Boa sorte meu amigo , e seja muito bem vindo a Família Tigre sei que veio pra somar !

    ResponderExcluir