13 de novembro de 2017

'Papo Reto com Tiago Linck' - Bangu vai cantar

Nenhum comentário :
Essa história vem de longe, voltamos no tempo para resgatar as tribos africanas que foram escravizadas no Brasil. A África em sua divindade ancestral, antes de virar uma retalhada escravidão, guardou histórias importantes. Eram orientados pelos quatros elementos na criação: Terra, Fogo, Ar e a Água e eram divididos conforme agrupamentos com aquilo que tinham em comum .

 Somos frutos de um povo que conhece o poder, somos filhos da Natureza onde sabemos estar no céu, mas também estar na terra. Nosso povo vivia dentro de várias Áfricas que na verdade pertencia a uma só.
Foto: Reprodução Redes Sociais

Vieram a trabalho de mineração, cana-de-açúcar, nos engenhos, essa mão escrava se espalhou por tudo quanto era  continente e pelo Brasil a fora.

Apesar de lhes roubarem a liberdade, jamais perderam suas memórias, jamais perderam suas raízes, sabiam de onde vinham, havia orgulho de suas origens. África, berço de grande ancestralidade e isso sempre se manteve.

Servindo de porta de entrada a esses reis e rainhas, a Bahia de todos os Santos, fez brilhar a liberdade dos seus filhos sofridos nas senzalas.

Reis onde nunca perderam suas majestades, fez o sangue negro unir esse povo. Hoje em procissão africana, coroando nossos Deus, Reis e Rainhas que nos contribuíram e passaram pelas mãos opressoras da escravidão, na procissão da noite que chega, nossos filhos te louvarão em luminárias espalhadas pela cidade. O cortejo a vocês marcará um cantar de honração aos nossos ancestrais.


Não parem os tambores, mesmo tentando calar nossa voz,meu canto louvará nossos Reis e Rainhas. Salve a África!  Salve nossa Ancestralidade!

Nenhum comentário :

Postar um comentário