1 de novembro de 2017

'Papo Reto com Tiago Linck' - Carnavalizando Mário de Andrade

Nenhum comentário :
Poeta, Ensaista, Escritor, Crítico Literário, Folclorista e Musicólogo. Pioneiro da poesia modernista brasileira com a publicação de Paulicéia Desvairada na Semana de Arte Moderna em 1922. A mais querida entra no Anhembi para carnavalizar Mário de Andrade, o poeta que nasceu no berço do samba. A Semana de Arte Moderna representou uma verdadeira renovação de linguagem, na busca de experimentação, na liberdade criadora da ruptura com o passado e até corporal, pois a arte passou então da vanguarda para o modernismo.
Foto: Renato Cipriano

Uma amálgama irá acontecer, nessa fusão a homenagem acontecerá.

Criador de personagens brasileiros, os mesmos serão recriados para exaltá-lo. Paulicéia Desvaiarada publicada em 1922 trazia a crítica ao “eu” e a “cidade”, a fina flor. Autor de macunaíma, obra de mais impacto na sua vida narrando fatos do cotidiano brasileiro, essa obra reflete sobre a relação entre o homem e a máquina. Ainda aborda alguns temas importantes que se vale de reflexão como falso protecionismo governamental à cultura, abordagem da realidade nacional,domínio de consumismo da sociedade industrial.


De São Paulo onde nasceu virá a homenagem a esse poeta. Mário de Andrade tinha certa preocupação com a música, citava em suas obras um certo anseio de se buscar uma identidade para a música brasileira,buscando no folclore brasileiro, elementos que pudessem ser constitucionalizados na elaboração dessas músicas fazendo-as ganhar bases renovadas.

Hoje possui uma cadeira na academia brasileira de música , mas ganhará um lugar especial no desfile da Camisa Verde e Branco, onde de braços abertos e juntos desfilará em memória com a mais querida.

Nenhum comentário :

Postar um comentário