5 de dezembro de 2017

'Papo Reto com Tiago Linck' - A mais bela arte o samba me deu

Nenhum comentário :
Há 200 anos, os primeiros traços dos célebres artistas que usavam a arte para entender o ser humano desembarcavam na Guanabara trazendo na malas objetos da arte.Queriam fundar uma escola ao qual civilizasse conceitos e trouxesse nossa estética que precisava.

O retrato fiel foi ganhando traços modernos e então houve necessidade de agregar novos membros que possuíam esse estilo prazeroso pela estética.

Debret na Guanabara avistou um relicário de beleza que retratou isso nas suas obras.O artista pintou raízes desse Brasil Colonial, do negro a negritude, do índio a atitude e até mesmo a fauna e flora pela sua imensidão arquitetônica que carregou esse chão foi ganhando telas.
Foto: Felipe Araujo
A arte dos salões ganhava brasilidade já que o fascínio por tudo aquilo da época o deixavam encantados com tanta beleza. Recriar os carnavais e no carnaval o que esses artistas pintaram, rolara-se -á de lágrimas ao ver esses artistas dessa escola.

Novos traços e formas vão surgindo e a contemporaneidade vai ganhando notoriedade entre os acadêmicos que buscam criar seus conceitos mas ao mesmo tempo reproduzir os seus traços, deslizando no papel e emoldurando em telas.O dom que cabe a eles de expressar nas telas, é a dádiva que lhes compete de fazer surgir novas obras.

A inspiração desses novos artistas surge a partir da sua identidade e daquilo que considerava importante pintar na tela.

Das chamas, ela renasce como uma fênix, em traços desses novos artistas que nasceram para criar telas exuberantes que impressionam a quem olhar.

São 200 anos contados popularmente dessa existência que sempre carregou a busca pela estética valorizando o que de mais bonito se tem.São Clemente traz as obras, as telas e seus artistas que tanto relataram nossa brasilidade.

A oportunidade servirá acima de tudo de nos proporcionar conhecimento nessa trajetória, mas despertar um orgulho de ver novos acadêmicos deslizando nos pincéis suas almas .

Nenhum comentário :

Postar um comentário