8 de janeiro de 2018

Darlan Alves fala sobre o desafio de abrir os desfiles no segundo dia de carnaval

Nenhum comentário :
Após um ano de comemorações e muito trabalho, a escola de samba X-9 Paulistana campeã do grupo de Acesso de 2017 abrirá os desfiles oficiais da segunda noite da folia paulistana e promete surpreender o público com o enredo "A voz do samba é a voz de Deus - depois da tempestade, vem a bonança" que trará os provérbios populares como tema que será desenvolvido pelo carnavalesco Amarildo de Melo.

Toda vibração e energia que sai do componente contagiando o público presente nas arquibancadas, pistas e camarotes fica sob a responsabilidade do samba-enredo que, pelo segundo ano consecutivo, será interpretado pelo cantor, compositor e músico, Darlan Alves e sua ala musical.

Em 2018, Darlan viverá uma emoção diferente. Pela primeira vez em sua carreira terá a responsabilidade de "aquecer" o sambódromo. A X-9 Paulistana abrirá os desfiles na segunda noite do Carnaval Paulistano. "Nunca vivi essa sensação em 16 anos a frente do carro de som. É uma grande responsabilidade e estou me preparando para este grande dia", afirma Darlan. 


Além das apresentações em quadra que começaram no mês de agosto de 2017, logo após a escolha do samba, Darlan também participa dos treinos extras voltados para os componentes das alas da comunidade, um dos seus diferenciais como cantor. "Essa interatividade já começa na quadra onde tenho contato direto com as pessoas. Nos ensaios canto com garra, coloco toda energia positiva na minha interpretação, desço do palco para ficar no meio do povo e essa proximidade envolve e empolga o componente. Na avenida a troca de boas vibrações acontece naturalmente. Todo mundo chega empolgado, emocionado e com os sentimentos a flor da pele então antes da sirene tocar eu sempre faço um breve discurso motivacional para aflorar essa emoção. É aí que a escola ganha o público. Não costumo preparar nenhuma fala antecipada mas, naquele momento, antes de cruzar a linha amarela passa um filme de tudo que vivemos e treinamos durante o ano e incluo essas lembranças. Aí é entrar na Avenida com o pé direito e buscar o campeonato", declara. 

A agremiação é bi-campeã no Grupo Especial nos anos 1997 com "Amazônia, a dama do universo", em 2000 com "Quem é você, café!" e duas vezes no Acesso: em 1994 com "Confete, a saudade colorida" e esse ano com o enredo "Vim, vi e venci. A saga artística de um semideus". 

Preparativos para maratona de ensaios

Paralelamente a esse trabalho Darlan intensifica seus cuidados com a voz e com o corpo por conta do desgaste físico com o aumento dos ensaios de quadra, ensaios com a comunidade, técnicos e o desfile oficial, além das apresentações nas co-irmãs e os trabalhos de carreira solo e com as bandas que lidera e faz parte. "Nada de bebida gelada, descanso da voz e do corpo, boa alimentação e exercícios físicos aeróbicos como corrida e caminhada. Esse ano incluí marmitas da Fit Brasil que são feitas especialmente para o meu cotidiano e assim já eliminei 7kg", explica.

Trajetória, carreira e família

Até chegar ao posto de voz oficial de uma agremiação, Darlan foi ritimista, compositor e integrou time de canto. O ano de 2003 foi o divisor de águas na sua carreira quando ganhou o samba e assumiu oficialmente o carro de som da Tom Maior no carnaval “Uma História Sem Fim… Pois o Mundo Não Se Acabou”, quarto lugar no grupo de Acesso.

Em 2004, foi o cantor principal de duas agremiações: Tom Maior com o tema “Deus Ajuda Quem Cedo Madruga Nesta Cidade Que Nunca Para”, que levou o vice-campeonato do Acesso e Unidos de Vila Maria com “São Paulo No Coração do Brasil. Parabéns Para Você”, que conquistou a sexta posição.

O clã “Alves Carneiro” fez história no Carnaval paulistano e iniciou a trajetória de sucesso e vitórias na escola de samba da zona oeste da capital, Tom Maior. Ainda adolescentes, três dos oito irmãos, Bará, Oberdan e Darlan começaram como ritimistas da bateria e depois, já envolvidos em grupos de pagode e rodas de samba, arriscaram composições de samba-enredo. A partir daí, a parceria em família se tornou invencível e, só na Tom Maior, ganhou quase 18 concursos de samba enredo. Darlan coleciona mais de 30 composições vitoriosas em São Paulo e Rio de Janeiro com diferentes parcerias. Em 2011, conquistou o prêmio Samba Net de melhor samba-enredo pela carioca Tradição, com “Juazeiro do Norte, Terra de Oração e Trabalho. 100 Anos de Fé, Poder e Tradição”.

O litoral e interior de São Paulo também mantém a cultura de desfiles de escolas de samba. Em Santos, a Sangue Jovem, famosa escola que nasceu da torcida organizada do Santos, teve Darlan como voz oficial por oito anos (entre 2006 e 2014). Por dois anos seguidos, também esteve a frente dos carros de som da Bonecos Cobiçados, de Guaratinguetá e da Unidos da Vila Alemã (UVA), em Rio Claro, e, em 2016, sagrou-se campeão como voz oficial da Tradição de Ouro, em Santo André, região do ABC.


OUTROS PROJETOS

Samba 90

Fã de Jackson Martins e Jamelão, cantor versátil e criativo, Darlan além de manter sua carreira solo, há 5 anos criou a banda Samba 90 - que resgata os hits da década e se tornou a banda “queridinha” das festas fechadas promovidas pelas agências e bares/baladas do circuito Jardins, Itaim Bibi e Pinheiros. Este ano a banda incluiu no repertório a música inédita “Garoto Problema” de autoria de Darlan.

Quesito Melodia

Há 12 é integrante do grupo de samba, partido alto, samba de raiz Quesito Melodia que em novembro reestreou o projeto "Clube do Samba-Enredo" ao lado dos intérpretes Douglas Aguiar da Águia de Ouro, Vagner Mariano da Estrela do 3° Milênio e Afonso Campos, ex- time de canto da Vai-Vai. O show aconteceu no bar Vila do Samba e é parte de uma trilogia de apresentações até a gravação do DVD em março. O projeto é a primeira e grande homenagem aos sambas-enredo inesquecíveis do Carnaval de São Paulo.

Na primeira edição contou com as participações especiais de Bernadete Raimundo, que completará 45 anos como puxadora na avenida que permanece como integrante do time de canto da Unidos do Peruche e voz oficial da escola Prova de Fogo, e os compositores Ideval Anselmo e Dom Marcos que juntos colecionam maravilhosas obras desde os tempos da Avenida São João. O segundo foi a consagração do retorno do projeto com as participações de Ernesto Teixeira, atual voz oficial da Gaviões da Fiel, Thobias da Vai-Vai e a rainha do samba Eliana de Lima. O terceiro será em fevereiro.  "Sou apaixonado por esse projeto e para mim é uma honra poder realizar esse sonho que, na verdade, é uma homenagem aos grandes artistas que eternizaram tantos carnavais", diz.

Compositor de sambas-enredo

O cantor tem motivos de sobra para comemorar. Em 2018 terá duas de suas obras cantadas na avenida: uma no grupo Especial e outro no grupo de Acesso 2. O samba “A amizade. A Mancha agradece do fundo do nosso quintal”, que homenageará o grupo de pagode Fundo de Quintal e “Na força da coruja, deixe a lenda te guiar...” da Estrela do 3° Milênio.

Durante as eliminatórias de 2017, Darlan, como intérprete da obra concorrente, levou três sambas a conquistarem os concursos de escolha de samba-enredo na Colorado do Brás, Mancha Verde e Vai-Vai.

Autor de enredos

Darlan assinou três enredos na Sociedade Rosas de Ouro, onde foi voz oficial por 12 anos.  Ao lado do carnavalesco Jorge Freitas e, na época, seu assistente Murilo Lobo, Darlan também foi responsável pelo desenvolvimento de dois temas que conquistaram o vice-campeonato, respectivamente, e um que ficou na terceira posição no Grupo Especial da Liga das Escolas de Samba de São Paulo. São eles: “Hungriao reino do Justus” - 2012, “Inesquecível” - 2014 e “Depois da tempestade, o encanto”, 2015. Para 2019, Darlan já tem um enredo aprovado e está na produção de mais dois.

Prêmios

Site Sasp 2003
"Melhor Samba-enredo" – compositor - "A história sem fim. E o tal mundo não acabou" - Tom Maior - grupo de Acesso

Troféu Nota 10 2005
"Melhor Samba-Enredo" - compositor - "Sabendo usar, não vai faltar" - Tom Maior – grupo de Acesso

Site S@mba-Net 2011
"Melhor Samba-Enredo" - “Juazeiro do Norte, Terra de Oração e Trabalho. 100 Anos de Fé, Poder e Tradição” - Tradição (Rio de Janeiro) – grupo B

Site SRzd 2014
 "Melhor Ala Musical" - "Inesquecível" - Rosas de Ouro – grupo Especial

Site SRzd 2017
"Melhor Ala Musical - "Vi, vim e venci. A saga artística de um semi-Deus" - X-9 Paulistana- grupo de Acesso

Site Sasp/Carnavalesco 2017 Prêmio “Estrela do Carnaval
“Melhor intérprete” - "Vi, vim e venci. A saga artística de um semi-Deus" - X-9 Paulistana - grupo de Acesso

Site Melhores do Acesso 2017
“Melhor intérprete” - "Vi, vim e venci. A saga artística de um semi-Deus"- X-9 Paulistana - grupo de Acesso

Nenhum comentário :

Postar um comentário