Doze agremiações treinam no Anhembi neste final de semana - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

Doze agremiações treinam no Anhembi neste final de semana

Compartilhar
Liga SP, responsável pela organização dos desfiles das escolas de samba da cidade de São Paulo, segue a semana com os agitados ensaios técnicos revelando uma prévia dos desfiles das escolas de samba das 13 agremiações: Mocidade Alegre, Mancha Verde, Imperador do Ipiranga, Colorado do Brás, Nenê de Vila Matilde, Unidos de Vila Maria, Rosas de Ouro, Gaviões da Fiel, Vai-Vai, Dragões da Real, Pérola Negra, Barroca Zona Sul, Império de Casa Verde que acontecerão entre os dias 12 e 18 de janeiro, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo.
O fim de semana promete ser agitado logo no dia 12 de janeiro, às 21h, com o ensaio técnico da Mocidade Alegre, que fará uma homenagem à cantora Alcione com o enredo "A Voz Marrom que Não Deixa o Samba Morrer", composto por Biro Biro, Gui Cruz, Imperial, Luciano Rosa, Portuga, Rafael Falanga, Rodrigo Minuetto e Vitor Gabrie, e entonação de Tiganá e Ito Melodia.

Na sequência, às 22h15, a Mancha Verde vai preparar para o público uma relação afetuosa e para lá de animada homenageando um grupo de samba com o enredo "A amizade. A Mancha agradece do fundo do nosso quintal", dos compositores Sereno, Marcelo Casa Nossa, Darlan Alves, R Silva, R Minueto, Vitor Gabriel e Gui Cruz, e interpretação de Fredy Vianna. A escola ainda se apresentará no dia 2 de fevereiro (sexta-feira), às 20h.

Sábado (13 de janeiro), a partir das 18h, é dia de se programar para curtir seis ensaios técnicos. O primeiro ensaio será da Imperador do Ipiranga, que espalhará a esperança com o enredo “Solidariedade. A explícita magia de sonhar, amar, viver, em prol do bem”, composto por Max, Neto, Grandão, Fadico, Totonho, Joabil Jr, Luciano Costa e Arakem, e interpretado pelo Juninho Berin e Rodrigo Atração.

A programação continua, às 19h15, com a Colorado do Brás faz o seu ensaio técnico regado de boas vibrações com o enredo “Axé - Caminhos que levam a Fé”, com a composição musical de Marcio Pessi, Edson Daféh, Gilson Caffe, Magrao da caprichosos e Hermes Sobral, e interpretação de Chitão Martins.


Logo depois, às 20h30, a Nenê de Vila Matilde revelará a sua arte de sambar, além de mostrar o seu canto com “A epopeia de uma Deusa africana”, através da composição de Kaska, Silas Augusto, Vitão, Zé Paulo Sierra, Léo do Cavaco e Luis Jorge, e na voz de Agnaldo Amaral.

Na sequência, às 21h45, a Unidos de Vila Maria realizará uma homenagem ao artista Roberto Gómez Bolaños com o enredo “Aproveitam-se de minha nobreza, você não soube, não te contaram? Suspeitei desde o princípio! Não contavam com minha astúcia! Arriba Bolanõs, Arriba Vila, Arriba México”, na composição de Dudu Nobre, Rafa do Cavaco, Turko, Maradona, Diego Nicolau, Pepe Niterói, Marcelo Nunes, Evandro Bocão e André Diniz, e entonação de Wander Pires.

Rosas de Ouro ensaiará, às 23h, desbravando o enredo “Pelas estradas da vida, sonhos e aventuras de um herói brasileiro”, na composição musical de Aquiles da Vila, Guiga Oliveira, Fabiano Sorriso, JC Castilho, Marcus Boldrini, Rafa Crepaldi, Rapha SP, Salgado Luz e Vaguinho, e na voz de Royce do Cavaco.

Na madrugada, à 0h15, a Gaviões da Fiel apresentará os encantos e magias de "Guarus – Na aurora da criação, a profecia Tupi… Prosperidade e paz aos mensageiros de Rudá", na composição de Luciano Costa, Bruno Muleke, Totonho, Alex, Fabio Palácio, Neto, Reinaldo Jr. e Fadico, sob a liderança vocal de Ernesto Teixeira.

Vai-Vai encerrará a agenda de sábado, à 1h30, com a homenagem ao cantor Gilberto Gil no enredo "Sambar com fé eu vou", composto por Edegar Cirillo, Marcelo Casa Nossa, André Ricardo, Dema, Gui Cruz, Rodolfo Minuetto, Rodrigo Minuetto e Kz, sob a voz de Grazzi Brasil.


No domingo (14), a partir das 19h, o Sambódromo do Anhembi volta com toda pompa abrindo a avenida para o ensaio técnico daDragões da Real, que fará um agraciamento ao povo caipira com o enredo "Minha Música, Minha Raiz. Abram a Porteira Para Essa Gente Caipira e Feliz", composta por Armênio Poesia, Xandinho Nocera, Léo do Cavaco, Ronaldo Maransaldi, Renne Campos, Paulo Senna, Alemão do Pandeiro, Fábio Brazza, CG e Wagner Rodrigues, e interpretação de Renê Sobral.

Em seguida, às 20h15, o ensaio técnico será da agremiação Pérola Negra, que fará um tributo com o enredo “Numa viagem arretada por terras nordestinas, a Joia Rara do Samba embarca rumo ao maior São João do Mundo: Campina Grande”, dos compositores Edilson Casal, Rodrigo Minuetto, Rodolfo Minuetto, Victor Sampaio, Felipe Dingo, Portuga, Gui Cruz, Luciano Rosa e Vitor Gabriel, e a voz de Daniel Collete. 

A próxima apresentação será da Barroca Zona Sulàs 21h30, que festejará com o enredo “Carnevale. A magia da folia”, na composição de Sukata, Morganti, Jairo Roizen, Willian Tadeu, André Filosofia, André Valêncio, Robson Cezar e Tubino Meiners, e sob a liderança vocal de Pixulé.

Dia 12 de janeiro (sexta-feira)
21h – Mocidade Alegre
22h15 – Mancha Verde

Dia 13 de janeiro (sábado)
18h – Imperador do Ipiranga
19h15 – Colorado do Brás
20h30 – Nenê de Vila Matilde
21h45 – Unidos de Vila Maria
23h – Rosas de Ouro
0h15 – Gaviões da Fiel
1h30 – Vai-Vai

Dia 14 de janeiro (domingo)
19h – Dragões da Real
20h15 – Pérola Negra
21h30 – Barroca Zona Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post