Leandro Vieira garantido na Mangueira para o carnaval 2019 - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

Leandro Vieira garantido na Mangueira para o carnaval 2019

Compartilhar
Ao final da temporada de 2018 uma única voz é corrente na Estação Primeira de Mangueira: O desejo e a certeza de que o carnavalesco Leandro Vieira, com seu talento e arte, continue a assinar o carnaval da Verde e Rosa para o próximo ano.
Aposta do presidente Chiquinho da Mangueira para 2016, Leandro tornou-se a grande revelação ao vir do acesso e no seu primeiro ano conquistar um título no grupo especial para a Mangueira após quatorze anos, com o enredo “Maria Bethânia, a menina dos olhos de Oyá”. Segundo o presidente Chiquinho, o trabalho do carnavalesco nesses três carnavais foi o retrato de todo esforço que a atual diretoria tem feito em colocar a escola na disputa por título e estar sempre entre as melhores do carnaval. “Minha relação com o Leandro sempre foi de diálogo e de palavra e por isso hoje tenho o prazer de informar a toda nação mangueirense que ele estará com a Mangueira em 2019 nos brindando com mais um belíssimo carnaval. Ele se comprometeu a estar comigo até quando eu estiver presidente e nossa contrapartida é dar as melhores condições possíveis de liberdade de criação ao artista que ele é”, disse Chiquinho.
Foto: Leo Queiroz 

Feliz e abraçado pela escola, Leandro, que teve algumas propostas para o próximo ano, decidiu manter essa excelente relação com a Verde e Rosa e permanecer o trabalho acertado com o presidente Chiquinho. “"Tudo o que um carnavalesco iniciando sua trajetória precisa é de liberdade para a criação. Na Mangueira encontrei espaço para implantar minhas ideias, encontrei a possibilidade de iniciar o desenvolvimento de uma "assinatura" própria, o que pra mim é muito caro. Acerto e erro na Mangueira sem ser apontado ou diminuído. Isso me força a melhorar. Me força a aprender. Outra coisa fundamental é o atual presidente. Imagina o tanto que eu devo ao cara que apostou no "garoto" de 2016 num momento em que a Escola como um todo diminuía a contratação de um desconhecido? Imagina o tanto que eu devo a um cara que foi parceiro e que apesar da carreira política não forçou em momento algum meus trabalhos estarem sujeito ao politicamente correto?    Cheguei em Mangueira sem grandes pretensões. Continuo sem tê-las. Há não ser a pretensão de seguir como seu carnavalesco até que o mandato do atual presidente chegue ao fim!", finalizou Leandro Vieira. 

Um comentário:

Anuncio No Post