Liga SP encerrou a maratona de ensaios técnicos do carnaval 2018 - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

Liga SP encerrou a maratona de ensaios técnicos do carnaval 2018

Compartilhar
Com sucesso de público, os ensaios das 34 agremiações tornaram-se uma grande festa para público de São Paulo que pode apreciar uma prévia do que as escolas estão planejando para surpreender no dia do desfile
A Liga SP, Rumo ao maior Carnaval do Brasil, finalizou nesta sexta-feira (2 de fevereiro), no Sambódromo do Anhembi a programação de ensaios técnicos realizadas pelas 34 agremiações do Grupo Especial, de Acesso e Acesso 2.

Durante esse circuito de ensaios técnicos iniciados no dia 5 de janeiro, teve duração de 17 dias. Durante este período foram realizados 68 ensaios técnicos com a participação total de 95.900 componentes na avenida do samba.

A sexta-feira (2 de fevereiro) foi de muito samba com o último ensaio técnico da Mancha Verde para celebrar a relação de amizade em homenagem ao grupo de samba Fundo de Quintal com o enredo "A amizade. A Mancha agradece do fundo do nosso quintal", na composição de Sereno, Marcelo Casa Nossa, Darlan Alves, R Silva, R Minueto, Vitor Gabriel e Gui Cruz, e interpretação de Fredy Vianna.

O presidente da escola, Paulo Rogério de Aquino (Paulo Serdan), considerou este momento como "o maior carnaval, com muita união e integração" de todos os 2 mil componentes envolvidos na pista e de toda a equipe à frente nos preparativos para a realização do grande desfile.


Seguindo a ordem da programação, a Tom Maior envolveu seus 1.600 mil componentes para contar a história da terra verde-amarela através do enredo “O Brasil de duas Imperatrizes: De Viena para o novo mundo, Carolina Josefa Leopoldina; de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”, na composição musical de Maradona, Amós Turko, Rafa do Cavaco, José Ricardo, Leo Reis e Celsinho Mody, e sob a liderança de Bruno Ribas na voz.

A expectativa da presidente da escola, Luciana Silva, é "vê-los realizando o trabalho desenvolvido até agora com maestria. Temos que respeitar a ansiedade, porque daqui uma semana vamos estar aqui [no Sambódromo do Anhembi] no valendo, já fantasiados. Mas, tenho certeza que será um excelente ensaio", disse a presidente da escola, Luciana Silva.


Entre um ensaio e outro, teve uma pausa ilustre e merecida para realizar a entrega de 2 toneladas de alimentos não-perecíveis doados pelos componentes das 34 agremiações durante a festa de lançamento doCD Sambas de Enredo Carnaval São Paulo SP, em dezembro/2017. As instituições beneficiadas foram o Lar Vicentino e o Instituto Luz do Amanhã – Núcleo de Apoio a Crianças com Câncer.

A programação dos ensaios deu continuidade com a campeã Acadêmicos do Tatuapé que levou toda a cultura maranhense para o Sambódromo do Anhembi com o enredo "Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria", composto por Fabiano Tenor, Mike e Luiz Ramos, e na entonação de Celsinho Mody.

O presidente da escola, Eduardo dos Santos, comentou que este é o "último treino antes do jogo, antes da decisão. Fizemos algumas correções e esperamos que esteja 100% certo para que possamos fazer no dia 9 de fevereiro o melhor desfile de nossa vida. Temos a responsabilidade de manter esse título, e queremos fazer um ótimo espetáculo para São Paulo, para o Brasil e para o mundo que vai nos assistir".


O encerramento da programação e maratona de ensaios técnicos foi marcado pela escola de samba Vai-Vai com seus 2.800 mil componentes. O vice-presidente da escola, Edimar Tobias da Silva (Thobias da Vai-Vai), disse que promete "passar a lição a limpo para chegar no dia do desfile e estar tudo certo para brigar pelo título".

A escola fez uma grande homenagem a trajetória do artista Gilberto Gil através do enredo "Sambar com fé eu vou", dos compositores Edegar Cirillo, Marcelo Casa Nossa, André Ricardo, Dema, Gui Cruz, Rodolfo Minuetto, Rodrigo Minuetto e Kz, e na entonação de Grazzi Brasil e Gilsinho.



Sobre a Liga SP:
A Liga SP, órgão civil responsável pela organização dos desfiles oficiais da cidade de São Paulo, foi fundada em 19 de junho de 1986, num momento em que o Carnaval de São Paulo ganhava cada vez mais proporção e amadurecimento.
Naquele momento, entendeu-se a necessidade de criar uma organização capaz de planejar, estruturar e executar com dedicação integral os desfiles. Desde então, a Liga SP trabalha para que o concurso ganhe cada vez mais visibilidade e respeito, consolidando-se como evento oficial no calendário de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post