6 de fevereiro de 2018

Uesp prepara desfiles oficiais de 68 agremiações em três locais da cidade de São Paulo

Nenhum comentário :
A União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp), entidade responsável pelos desfiles oficiais das agremiações dos grupos 2, 3 e 4 de escolas de samba, dos blocos de fantasia dos grupos Especial e 1, está preparando o Carnaval em três bairros da cidade de São Paulo - Vila Esperança, Butantã e Centro, entre os dias 10 e 12/2, com apresentações gratuitas para o público.
Sábado na Vila Esperança

Os desfiles da Uesp começam no sábado (10/2), a partir das 18 horas, na Vila Esperança (Av. Alvinópolis), com a apresentação de 13 agremiações do Grupo 4 de Escolas de Samba: Cacique do Parque, Primeira da Aclimação, Lavapés, Cabeções da Vila Prudente, Estação Invernada, TUP, Explosão da Zona Norte, Unidos de Guaianases, Os Bambas, Folha Verde, Estrela Cadente, Isso Memo e Portela Zona Sul.


Domingo no Butantã, Vila Esperança e São João

No dia seguinte (11/2), acontecem desfiles simultâneos em três regiões: Butantã (Av. Eliseu de Almeida), Vila Esperança (Av. Alvinópolis) e Centro (Av. São João). No Butantã, as apresentações começam às 18 horas do domingo (11/2) com a abertura do Afoxé Omo Ode. Em seguida, têm os desfiles de duas pleiteantes: Unidos do Jardim Ipiranga e Acadêmicos do Campo Limpo. Depois, seis agremiações do Grupo 2 de Escolas de Samba: Unidos de São Lucas, Acadêmicos do Ipiranga, Flor da Vila Dalila, Prova de Fogo, Primeira da Cidade Líder e Acadêmicos de São Jorge.


Ainda no domingo (11/2), a partir das 18h40, na Vila Esperança (Av. Alvinópolis), acontecem as apresentações de duas pleiteantes: Primeira de Ermelinense e Filhos de Zaire e seis agremiações do Grupo 3 de Escolas de Samba: Valença Perus, Imperatriz da Sul, Dragões da Vila Alpina, Mocidade Robruense, Em Cima da Hora e Príncipe Negro.

No mesmo dia, a partir das 16 horas, na Av. São João, ocorrem os desfiles de dois blocos pleiteantes: Unidos do Abaetá e Ton Ton. Em seguida, vêm oito blocos do Grupo Especial: Unidos do Palmares, Unidos do Guaraú, Garotos da Vila, Chorões da Tia Gê, Vovó Bolão, Caprichosos do Piqueri, Mocidade Independente da Zona Leste e Unidos do Pé Grande.

Segunda-feira no Butantã, Vila Esperança e São João


Na segunda-feira (12/2), também têm desfiles simultâneos nos três locais. No Butantã (Av. Eliseu de Almeida), a partir das 19h20, os desfiles começam com a pleiteante Império Real. Em seguida, desfilam mais seis agremiações do Grupo 2: Boêmios da Vila, União Independente da Zona Sul, União Imperial, Império Lapeano, Unidos do Vale Encantado e Flor de Liz.

Na Vila Esperança (Av. Alvinópolis), a partir das 21h20 de segunda-feira (12/2), prosseguem os desfiles de mais seis agremiações do Grupo 3: Imperatriz da Pauliceia, União da Vila Albertina, Só Vou Se Você For, Iracema Meu Grande Amor, Passo de Ouro e Unidos de São Miguel.

Também na segunda-feira (12/2), na Avenida São João, a partir das 16h40, na avenida São João, serão realizados os desfiles do bloco pleiteante: Locomotiva Piritubana e mais oito blocos: Imperatriz do Jaraguá, Caprichosos da Zona Sul, Pavilhão 9, Mocidade Amazonense, Kacike da Vila, União da Trindade, Inajar de Souza e Não Empurra Que É Pior.

Confira a programação completa em http://uesp.com.br/carnaval-2018/ordem-dos-desfiles-2/

Uesp, a Matriz do Samba 

 A União das Escolas de Samba Paulistanas é responsável por organizar e promover o Carnaval Oficial de Bairros da cidade de São Paulo, que mobiliza milhares de pessoas, gera empregos e beneficia o comércio local durante o evento, que cresce a cada ano atraindo milhares de pessoas.

A Uesp organiza os desfiles oficiais dos Grupos 2, 3, 4 de escolas de samba e Grupo Especial e Grupo 1 de Blocos Carnavalescos, além de escolas de samba e blocos pleiteantes, totalizando 68 agremiações. A Uesp é presidida pelo turismólogo Alexandre Magno (Nenê). 

Além de organizar os desfiles, a “Matriz do Samba” desenvolve projetos em conjunto com suas filiadas visando a construção e o fortalecimento das comunidades e a valorização da cultura popular brasileira, por meio da realização de diversos eventos como o “Dia Nacional do Samba”, escolha do Cidadão e Cidadã do Samba Paulistano, concurso “Miss Uesp”. Criou e mantém a Escola de Formação de Avaliadores de Carnaval (EFA), a Embaixada do Samba e o Centro de Documentação e Memória do Samba.

A UESP foi fundada em 10 de setembro de 1974 com objetivo de unir as Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos e representá-los junto ao poder público. A “Matriz do Samba” integra o Conselho Municipal de Cultura e é filiada à Confederação Brasileira de Escolas de Samba e à Federação Nacional das Escolas de Samba (Fenasamba).

A sede da Uesp é na Rua Rui Barbosa, 588 - Bela Vista. Mais informações: www.uesp.com.br . Redes sociais: Facebook: @uesp e Instagram: @uesp . 

Nenhum comentário :

Postar um comentário