30 de abril de 2018

Após dez anos, eleições no Salgueiro terão chapa em oposição à atual gestão

Nenhum comentário :
Formada por André Vaz e Joaquim Cruz, chapa “Minha paixão , minha raiz” quer resgatar a tradição vermelho e branco

Um projeto que tem como intenção resgatar as raízes do sambista salgueirense. Essa é a principal proposta da chapa “ Salgueiro, minha paixão, minha raiz” para o pleito que vai acontecer no dia 06 de maio, na quadra da Academia do Samba. Encabeçada pelo empresário André Vaz (presidente) e Joaquim Cruz (vice), a chapa representa, após o período de uma década, oposição à atual gestão, comandada por Regina Celi.
-Reconhecemos que o Salgueiro se transformou, mas essa mudança deixou para trás algo muito mais importante para quem ama o samba e a escola: nossas raízes. Nosso projeto caminha junto com a modernidade, resgatando essa essência perdida ao longo destes anos e precisamos debater isto, diz André Vaz, candidato à presidência, cuja história na escola começou aos 15 anos.
Foto: Leo Cordeiro

Aos 46 anos, o empresário se aliou a Joaquim Cruz, presidente da ala dos Estudantes, a mais antiga da vermelho e branco, na intenção de confirmar nas urnas, a vontade de mudança dentro da escola.
- Estamos há dez anos sem ter uma chapa em oposição à gestão da presidente Regina e conseguimos inscrevê-la dentro dos parâmetros legais. Podemos garantir que será um pleito limpo, cujas propostas são válidas e necessárias para engrandecer ainda mais a nossa escola, comenta Joaquim.
Entre as propostas defendidas pelo grupo, a manutenção dos segmentos e ações como maior investimento nos projetos sociais e na Vila Olímpica, além de maior valorização de segmentos como Velha-Guarda e ala dos compositores, ganham destaque.
- Temos um projeto de excelência para contratação de profissionais com experiência em gestão esportiva, que ampliará as oportunidades para crianças e jovens da Vila Olímpica. Nosso foco é trazer a comunidade para a quadra, para a Vila olímpica e mostrar que Salgueiro é samba e cidadania, é inclusão e não somente um produto de marketing para turistas. Quem faz o samba sobreviver são eles, através de seu passado e de tudo o que poderão construir para a nossa escola no futuro. Para isto, a Vila olímpica e o Aprendizes do Salgueiro são fundamentais, revela André.
Festa de lançamento da chapa reuniu personalidades do samba e do Carnaval
Realizada na tarde de domingo, a festa oficial do lançamento da chapa de oposição reuniu, no salão nobre do Club Municipal – Tijuca, personalidades do mundo do samba e do Carnaval, além de salgueirenses que fazem parte da história da escola. Famílias de personalidades da agremiação, como mestre Louro, estiveram no evento para apoiar a dupla André Vaz e Joaquim Cruz. Presença esperada, Quinho, única contratação anunciada pela chapa em caso de vitória, agitou os convidados relembrando clássicos da história da Academia do Samba.
Foto: Leo Cordeiro

- Queremos deixar muito claro que todos os segmentos estão mantidos em seus cargos. As contratações feitas pela gestão atual não serão mexidas, apenas estamos trazendo o Quinho de volta porque ele é um sonho para os salgueirenses e não entendemos o Salgueiro sem ele, afirmou André.
Wander Pires, Ito Melodia, Serginho do Porto e o próprio Quinho, comentaram  as propostas da oposição e manifestaram apoio à chapa.
- O André é muito agregador, ama o Carnaval e é um apaixonado pelo Salgueiro. Tenho certeza de que, caso ele saia vitorioso, o Salgueiro terá um grande líder, com uma equipe muito dedicada em fazer da escola uma agremiação vitoriosa. O Salgueiro precisa de um campeonato, precisa de sua história resgatada e é isso que ele quer e estou com ele, disse Quinho.
O pleito que definirá quem será o novo presidente do Acadêmicos do Salgueiro acontecerá no dia 06 de maio. A votação acontece entre 09 e 16h.

Nenhum comentário :

Postar um comentário