CARNAVAL VIRTUAL: Jorge Silveira, do Virtual ao Real - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

CARNAVAL VIRTUAL: Jorge Silveira, do Virtual ao Real

Compartilhar
Hoje inicio a mais nova coluna do Site Folia do Samba. Aqui será o espaço para falar sobre o Carnaval Virtual, uma parte importante do processo de criação, pensar e revelação carnavalesco. Aqui iremos sediar diversas entrevistas com pessoas novatas, experientes e até pessoas que estão fazendo seu primeiro desfile.

Para inaugurar essa coluna resolvi chamar o carnavalesco Jorge Silveira, que é uma das maiores referências do Carnaval Virtual, sendo hoje carnavalesco no Grupo Especial do Rio de Janeiro pela São Clemente e já tendo passado por São Paulo pela Dragões da Real e na Série A do Rio de Janeiro pela Unidos do Viradouro.


Foto: Rafael Arantes

1-Quando você começou no Carnaval Virtual e como foi a sua primeira experiência?

Eu conheci o carnaval virtual através de um amigo ( Netto ) que me convidou para desenhar um desfile. Minha estreia foi em 2011, na Mocidade Imperiana ( era o nome da escola na época).

Foi uma descoberta muito interessante.  Logo nessa estreia eu tive a felicidade de ganhar o carnaval numa categoria de acesso dos desfiles virtuais . No ano anterior a minha chegada a escola havia ficado em décimo primeiro lugar .

2- Quais são as maiores diferenças ao se projetar um Carnaval Real e um Virtual?

Existem naturalmente diferenças significativas entre projetar um carnaval real e um virtual . A principal delas é que o virtual permite "qualquer coisa". No carnaval real temos que lidar com orçamentos, lidar com materiais, desenvolver plantas técnicas construtivas . Sem dúvida o desfile real é muito mais complexo que o virtual .

3- Você quando foi chamado/se apresentou em alguma escola você usou esses desfiles como alguma forma de portfólio?


Sim, eu usei trabalhos dos desfiles virtuais como portifolio.  Foi um primeiro passo importante.

4- Qual seu desfile favorito do Carnaval Virtual?

Academicame Popular - desfile em homenagem aos 200 anos da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro.  Desfile esse que tive a felicidade de fazer uma releitura para o carnaval da São Clemente no grupo especial . Foi a primeira vez que um enredo do carnaval virtual se tornou concreto no grupo especial do Rio de Janeiro pelas mãos do mesmo carnavalesco que desenvolveu no virtual.

5-Quais suas expectativas com o retorno para o Carnaval Virtual com a GRESV Mocidade?

Esse retorno é um momento de celebrar com os amigos.  Uma oportunidade de dizer "muito obrigado " ao carnaval virtual.  Meu intuito principal de verdade  não é a competição, mas o encerrar o ciclo com essa plataforma a quem eu devo tanto.

6- Se alguém quiser começar, quais dicas você daria?

Estude . Muito . Todo conhecimento torna-se importante na formação de um profissional de criação.  Quanto mais experiência você adquirir, mais recursos você terá no desenvolvimento de suas ideia . Eu estudo desenho todos os dias da minha vida desde criança.  Dedicação faz a diferença.

Com essa entrevista conseguimos ver a importância que o Carnaval Virtual teve na carreira dele como Carnavalesco. Participe também e acompanhe o Carnaval Virtual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post