PAPO RETO COM TIAGO LINCK - E o samba vai perdendo a tradição - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

PAPO RETO COM TIAGO LINCK - E o samba vai perdendo a tradição

Compartilhar

SÃO CLEMENTE 2019
ENREDO:” E O SAMBA...SAMBOU”

Foto: Rafael Arantes

O jogo do amor e do samba tem suas regras, ou não sei mais se tem, mais isso quero falar depois. Agora quero dizer que a coisa degringolou de vez, perdeu o rumo, meu camarada.
O eco dos anos 90 foi dado, mas parece que não foi muito bem ouvido, a profecia anunciada se fez acontecer, e novamente é preciso gritar.

O samba está sambando, perdendo pra si mesmo e aqui não posso deixar de falar de mim mesmo que já cometeu os pecados. Tem digital assumida minha lá, mas sabe como é, preciso me precaver porque peixe pequeno morre pela boca e é por isso que faço piada de mim mesmo, mas para criticar o que está errado ou se não está errado, nem eu sei mais, o certo é que o samba está tendo seu preço e apreço.

Vou reviver o discurso porque hoje ele é apropriado mais do que nunca. A ponta do samba está de ponta cabeça, virada do avesso e a raiz do samba se perdendo aos poucos, afirmo que perdendo sua identidade.

Bora largar chumbo e mandar os recados necessários para quem quiser entender que o samba é mais importante para se preservar a  história, que vieram lá no passado, mas que ao longo do tempo está sendo colocada pra escanteio.

Acendam-se as luzes dessa passarela, as câmeras estão expostas e as negociações rolando.Hollywood está parando por aqui, faraônicas alegorias embelezam a avenida para suprir por neglicencia a falta do verdadeiro samba no pé.

Já começou dando errado quando a chave da folia nem pela autoridade oficial é dado porque seus pensamentos religiosos não permitem tal ato simbólico.

Isso apenas um dos recados aqui listados, vamos em frente nesse samba sambou... Mil artistas espalhados,com samba no pé, outros no oba oba, mascarando a falta do samba. Para quê ? Ganhar seus 15 minutos de fama ou até mesmo usando as escolas  para se auto promover. Alguns até tem a herança sambista, mas em maioria falta e aí se entende a falta de tempo, ou apenas os flashes que estão disponíveis naquele momento, a onda agora é causar não é mesmo, meu irmão.

O samba sambou de vez, o astro da festa está perdendo espaço dentro do seu próprio espaço, digo isso porque camarotes ao longo da avenida, tocando de tudo, tantos ritmos que não precisa nem citar, e o astro principal, nem se quer  se ouve lá dentro.

Os recados não param desse samba sambou.... A farra das credenciais, é tanta gente espalhada que parece que tem outra escola atrás de escola, bagulho doido e sinistro, mas isso só mostra a destruição do momo da folia.

Por falar em dinheiro ainda, ah esse tá imperando por todos os espaços, é propaganda ao longo da festa, é na TV, a toda poderosa  que controla tudo e quem dirige a festa, um samba regado a um preço comercial. E ainda, rainhas pagando por cargo e deixando de fora a verdadeira rainha da comunidade mostrar seu samba raiz que está no seu pé, é a festa das vaidades e egos para todos os lados, inclusive de carnavalescos e destaques que transformam num ringue a avenida, tudo pelo seus 15 minutinhos de fama.

E assim vai seguindo o samba, com o ditado pra ser lembrado: Quem avisa amigo é, não adianta vir com jogo barato, rasteira baixa que o bicho pega .

Temos é que cuidar do samba, protegê-lo, ele é nosso. Daqui a pouco nem público nas arquibancadas teremos mais. Abrem o olho, preservem o reduto de bambas que é tão sagrado por quem ficou suas raízes lá trás para defender seus direitos. Essa herança não pode atender as novas transformações de mercado, samba é raiz, é patrimônio cultural do povo, não pode atender as vaidades de quem quer transformá-lo num palco de flashes e pouco samba no pé.

O samba precisa voltar a sambar na sua raiz e não na nova era do samba que tá tão chata e desestimulante pra quem é sambista.    



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post