Vila Isabel cede cozinha do barracão e ex-funcionário transforma espaço em restaurante de sucesso

Alexandre Carreira, que era cozinheiro da escola de samba, passou a comandar o próprio negócio e já vendeu 10 mil refeições

Em respeito às raízes da escola de samba cultivadas com sua comunidade ao longo de 73 anos de história, a Unidos de Vila Isabel não tem medido esforços para transformar em novas oportunidades a crise econômica que bateu à porta do Carnaval carioca há três anos. Diante do contingenciamento de recursos da maior festa popular do país, a azul e branco precisou enxugar a estrutura de seu barracão na Cidade do Samba, na Zona Portuária do Rio, para garantir recursos plenos à construção e confecção de alegorias e fantasias que compõem seu espetáculo na Marquês de Sapucaí.


O remanejamento de recursos, no entanto, não resultou em um cenário de desalento para os funcionários da Vila. A agremiação escolheu, por exemplo, transformar a cozinha de seu barracão em um espaço de empreendedorismo. O Presidente Fernando Fernandes deu essa oportunidade  ao cozinheiro  Alexandre Carreira, de 41 anos, que integrava o quadro de funcionários da escola desde 2012 e, em sua oitava temporada de trabalho, foi realocado e passou a ser dono de seu próprio restaurante. 


Na cozinha da fábrica de sonhos, onde ele trabalhava de carteira assinada para a Vila, Carreira foi autorizado a abrir um negócio para chamar de seu. Passou, então, a vender refeições a R$ 10 para artistas da Cidade do Samba — o espaço deixou de ter um espaço dedicado a refeições diárias desde que chegou à lotação máxima de seus barracões, em 2018. Com a nova iniciativa, que funciona no espaço arrendado pela escola, o cozinheiro estima já ter conseguido vender cerca de 10 mil refeições. Uma vitória apoiada pela Vila Isabel em meio às dificuldades financeiras da folia.

— A escola me deu uma oportunidade. Hoje eu faço toda a gestão que antes era feita pela escola, quando eu era contratado. Contratei quatro auxiliares que atuam na produção das refeições, nas entregas e na conservação e limpeza do ambiente — conta Carreira, que optou por entregar as quentinhas em esquema de delivery, para preservar os segredos das alegorias e fantasias produzidas no barracão.

O toque caseiro da comida de Carreira é servido de segunda à sábado, tanto no almoço quanto na janta. O cardápio inclui arroz, feijão, farofa, salada e até três proteínas variadas. Durante o período da tarde, o restaurante entrega lanches variados. Tudo sempre pode ser enviado aos clientes acompanhado de bebidas diversas, como sucos e refrigerantes. 

Além da variedade oferecida, o empreendimento, que já é considerado um sucesso pelo dono e pela freguesia, tem até planos de expansão.

— Provavelmente iremos estender nosso funcionamento aos domingos devido à grande demanda de trabalho da Cidade de Samba na reta final para o Carnaval — projeta Alexandre. 

Na jornada rumo aos desfiles deste ano, a Vila Isabel não tem poupado esforços para viabilizar o enredo "Gigante pela própria natureza: Jaçanã e um índio chamado Brasil", do carnavalesco Edson Pereira. A escola, segunda a se apresentar na Segunda-feira de Carnaval, mantém em dia os pagamentos de sua equipe de barracão e segue comprometida em cumprir uma gestão saudável financeiramente e transparente diante dos componentes, torcedores e opinião pública.

Serviço:
Refeições na Cidade do Samba — almoço, janta e lanche da tarde
Opções a partir de R$ 10. Cardápio com arroz, feijão, salada, farofa e três opções de proteína
Pedidos de delivery podem ser feitos pelo telefone (21) 97625-0601


Crédito das fotos: Eduardo Hollanda

Nenhum comentário

RESPONSIVE ADS HERE
Tecnologia do Blogger.