#TBT - Lembranças do Carnaval - Lucas Milato

Quem vê os artistas do mundo do samba, não imaginam como tudo começou. Coisas marcantes em sua vida, carreiras, até chegar nos prestígios e admiração aos apaixonados pelo carnaval. Através do "TBT - Lembranças do Carnaval", o Folia Do Samba quer fazer o nosso entrevistado relembrar momentos e dividir isso com o público, para conhecer um pouco mais de cada um. Então, vamos relembrar?

O Jovem Carnavalesco Lucas Milato, de apenas 24 anos, possui uma grande bagagem na folia. Atualmente, está na caçulinha da baixada, Inocentes de Belford Roxo, alias você sabia que lá foi a primeira escola que ele conheceu?


PRIMEIRA VEZ UMA QUADRA DE ESCOLA DE SAMBA

"Curiosamente, a da escola que defendo hoje, Inocentes de Belford Roxo. Desde criança fui apaixonado por carnaval. Paixão essa que não veio por influência familiar. Na época, em virtude da minha idade, ainda criança, e da distância de casa para as quadras, que dificultava a locomoção, precisei enfrentar muitos empecilhos para frequentar quadras, lançamentos, disputas de samba, ensaios, e etc. Minha relação com a Inocentes começou aí, quando descobri que havia uma escola de samba na minha cidade, Belford Roxo. Não somente foi a primeira quadra que pisei, como a primeira disputa de samba que acompanhei, os primeiros ensaios que frequentei, foi de fato o meu primeiro contato com uma escola de samba “real”.

SEU PRIMEIRO DESFILE

Sua estreia no carnaval foi como desenhista do Eduardo Gonçalves, em 2010, no Paraíso do Tuiuti. Além da escola de São Cristovão, Lucas já trabalhou na Alegria da Zona Sul, Inocentes de Belford Roxo, Unidos de Padre Miguel, Unidos do Jacarezinho, Acadêmicos da Abolição. e Unidos da Ponte. Em São Paulo, trabalhou na Dragões da Real e na Unidos do Peruche.

DESENHOS 


Fantasia do Carro 3 da Unidos da Ponte em 2020
Deve ser difícil para um profissional avaliar seu trabalho e definir qual é o melhor, qual é o mais marcante. Para um desenhista, tirar o seu projeto de um papel e vê-lo a frente deve ser ainda mais emocionante. 

"Os protótipos das composições do terceiro carro da Unidos da Ponte, em 2020. Pela mensagem que ela passava, e por todo o processo de construção. Lembro que tive que passar uma noite inteira defendendo a fantasia, e a importância dela no desfile, com a diretoria da escola, para que eles aprovassem o orçamento e a execução."


MOMENTOS DE TENSÃO NA AVENIDA

"Mais um relato de 2010, acho que por ter sido o meu primeiro ano, foram muitas as emoções. O último carro do Paraíso do Tuiuti quebrou no meio da avenida, por coincidência toda a equipe artística do Eduardo Gonçalves estava acompanhando este carro. Resultado? Empurramos a alegoria até a dispersão. E em 2020, mais recente, na Unidos da Ponte. As fantasias das composições chegaram incompletas na concentração, e faltavam componentes para vesti-las. Ou seja, problema duplo: Faltava fantasia, e componente pra vestir. Reuni amigos que estavam na luta comigo, e dividi tarefas: um grupo dava um jeito de completar as fantasias, e outro foi correr atrás de pessoas para desfilar. Foi uma loucura, mas no final, na medida do possível, deu certo!"


UM SAMBA ENREDO MARCANTE 

"2008, da Inocentes. Além de ser um sambão, marcou o início da ascensão da escola, que 4 anos depois ascendeu ao grupo especial. E um samba concorrente do Paraíso do Tuiuti, em 2010, composto por alguns amigos do Carnaval Virtual. Não foi o campeão, mas a disputa foi extremamente especial. Se não me engano, foi uma das primeiras disputas deles (que hoje assinam diversos sambas), não tinha um investimento grande, e a amizade da galera do carnaval virtual fez toda a diferença!"




CARNAVAL INESQUECÍVEL

"Como profissional: Minha estreia na Sapucaí, em 2020, como carnavalesco da Unidos da Ponte. As dificuldades foram imensas, os perrengues ainda maiores, mas foi um trabalho que me abriu muitas portas, e apesar dos problemas, fez muita gente acreditar e confiar no meu potencial. Como folião: 2013. Por algum motivo, que não me recordo, não consegui comprar o ingresso do desfile. Fui no dia, na sorte, tentar comprar na hora. Era o ano da Inocentes no grupo especial, não poderia perder por nada. Lembro que paguei caríssimo por um ingresso do setor 1, mas no desespero de não conseguir assistir a escola, comprei. Cheguei na arquibancada no exato momento da apresentação da comissão de frente. Na ocasião, pulei tanto, que vieram até me entrevistar."


CARNAVAL 2021
Lucas assinará pela primeira vez um carnaval em sua escola do coração. Para aguçar a curiosidade do mundo do samba, a primeira dica do enredo de 2021 já foi dada "O som ensurdecedor dos tambores irá ressoar"