Panamenha realiza sonho em ser passista no Carnaval carioca - FOLIA DO SAMBA

Anuncio No Post

Panamenha realiza sonho em ser passista no Carnaval carioca

Compartilhar
Joany vai integrar o grupo de cabrochas da Estácio de Sá no ano em que a vermelho e branco homenageia o Cristo Negro
Um sonho de criança que tem dia e hora para tornar-se realidade para a panamenha Joany. Aos 47 anos e com tudo em cima, a empresária dona de uma companhia de samba em Los Angeles, não vê a hora de soar a sirene para entrar em cena com a Estácio de Sá como passista da primeira escola de samba do Brasil. E não é coincidência, Joany vem se preparando para o momento já a algum tempo e viu que, o fato de a Estácio de Sá homenagear o Cristo Negro de Portobello, no Panamá, poderia ser um chamado.
FOTOS: ALEX NUNES

- Eu vou realizar um sonho de criança. Amo o Carnaval desde os 04 anos de idade. Sou filha de uma família cristã e, no Panamá, também temos os desfiles das “comparsas”, só que nós não podíamos sair de casa porque minha mãe não deixava. Então eu ligava a TV e ficava vendo os desfiles do Rio de Janeiro e fui me apaixonando a ponto de sonhar que estava desfilando. Deu certo, demorou, mas chegou o momento e justamente no ano em que uma escola fala do meu país, não poderia ser melhor, comemora Joany que chegou ao Rio esta semana e se apresentará com o grupo de passistas da escola de Ismael Silva nesta sexta.
A preparação da passista panamenha envolve muito samba no pé. Dona de uma das companhias de samba mais requisitadas dos Estados Unidos ( ela vive em Los Angeles), Joany sabe que será um grande desafio pisar na Sapucaí defendendo as cores da escola.
- Eu estou muito ansiosa, mas também estou considerando este momento como uma grande oportunidade. Vou me dedicar de coração a este desfile que já está sendo inesquecível na minha vida, comenta ela que ainda vai desfilar no Império Serrano e na Mocidade Independente. 
FOTOS: ALEX NUNES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post