PROSA DO FOLIA: Yuri Souza, 1º Mestre-sala da Unidos da Ponte e 2º da Portela


Em uma jornada dupla no carnaval, o entrevistado do “Prosa do folia” de hoje é Yuri Souza. O mestre sala defende o primeiro pavilhão da Unidos da Ponte e o segundo da Portela.
Foto: João Gama

Quem é o Yuri Souza?
- Sou um menino jovem de 26 anos com sonhos planos de futuro. Microempreendedor, tenho meu próprio salão de beleza no qual já trabalho a 8 anos. Uma pessoa alegre extrovertida, sonhador e sempre almejando ser melhor cada dia ano mês que passa.

Como começou o envolvimento com o carnaval?
- Eu sempre tive uma vontade de conhecer o carnaval, mas não sabia como iria conseguir isso. Sempre apreciei as artes que o carnaval proporciona para o público e o que mais encantou foi a arte do bailado do casal de mestre sala e porta bandeira. Conheci uma pessoa no qual me levou e me incentivou a seguir o ramo no qual eu sempre tive vontade de conhecer. Dentro disso iniciei meus primeiros passos na escola Manoel Dionísio no qual me aperfeiçoei dentro da dança, e hoje me tornei quem eu sou através disso.
Foto: @breno.to


Por quais agremiações você já desfilou?
- Independente de Nova América, Boêmio de Inhaúma, Arame de Ricardo, Em cima da hora, Vila Rica, Vila Santa Tereza, Sereno de Campo Grande, Beija-Flor de Nilópolis e atuando no GRES Portela e Unidos da Ponte, onde tenho a honra de defender esse pavilhão meritiense.

Como é a relação com sua porta-bandeira?
- Graças a Deus nossa relação é maravilhosa, as vezes temos aquelas discordâncias, aquele arranca rabo kkkk normal, mas no final tudo dá certo. Costumo dizer que hoje eu não vivo sem essa porta bandeira.

Como é ter a responsabilidade de defender um quesito composto apenas de duas pessoas?
- É uma responsabilidade muito grande, confesso que no começo achei que não iria conseguir da conta, que eu não teria potencial para isso, mas um belo dia eu falei para mim mesmo que é tentando que se aprender, que se eu não tentar eu nunca vou aprender. E foi com erros que hoje piso naquela avenida de cabeça erguida e mostro para que que eu vim.

Você tem alguma inspiração no samba?
- Não tenho inspiração, e sim admiração pelo grande mestre sala Raphael Rodrigues, atual primeiro da União da ilha.

Como funciona a sua preparação para a jornada dupla na folia?
-A preparação e muito intensa. Malhação, funcional devido à resistência, dieta para balancear o peso e muito ensaio.



Qual a mudança que o carnaval fez na sua vida?
- O carnaval é mudança na vida de qualquer pessoa. Dentro dele aprendemos a admirar o trabalho do próximo, respeitar sem precisar pisar em ninguém e dentro disso aprendi a saber lhe dar com o público.

Aquele recado especial da Yuri para os internautas do Folia do Samba e amantes do seu trabalho
- Queria mandar um beijo a todas pessoas que me admira e gosta do meu trabalho e que fiquem em casa e se cuidem. Que já já estaremos de volta para curtir esse maior espetáculo da terra.

Nenhum comentário

RESPONSIVE ADS HERE
Tecnologia do Blogger.