PROSA DO FOLIA: Cris Soares, 2ª Porta-bandeira da Vigário Geral

Hoje é dia de Prosa do Folia. Dia de conhecer um pouco mais sobre carreira, trajetória e inspirações de Cris Soares, 2ª Porta-bandeira do Acadêmicos de Vigário Geral. 

Foto: Emerson Pereira

Quem é a Cris Soares? 

- Sou uma pessoa divertida e carismática. Trabalho com atendimento ao cliente e daqui a 01 ano e meio me formo como Psicóloga. Amo rir e fazer as pessoas rirem. Abraços e demonstrações de carinho e cuidado fazem parte da minha rotina. 


Como começou o envolvimento com o carnaval?

- Meu avô fazia parte do time de futebol que originou a G.R.E.S. São Clemente e isso sempre foi para mim motivo de orgulho. Com 14 anos, meu padrinho me levou na quadra do G.R.E.S Império Serrano para desfilar como baianinha. Ali, aprendi o que é o Samba e me apaixonei por ele.Com 16 anos, descobri num trabalho de escola sobre Carnaval que meu sonho e destino era ser Porta-bandeira.


Por quais agremiações você já desfilou?

- Fui segunda na Unidos de Manguinhos em 2012. No ano seguinte, também de segunda, desfilei pela Difícil é o Nome. Após estreei como primeira no Rosa de Ouro, onde permaneci por 04 carnavais (De 2014 a 2017) Em 2015 fiz jornada dupla, primeira no Rosa e segunda da Em Cima da Hora. Para o Carnaval de 2018 fui convidada a ser Porta-bandeira da Acadêmicos de Vigário Geral.


Como começou sua relação e o convite para a Vigário Geral?

- Fiquei extremamente lisonjeada com o convite para o Carnaval de 2018 pois a escola vinha numa crescente e eu já tinha amigos muito queridos trabalhando lá. Me senti querida sabendo que o meu trabalho estava sendo visto e reconhecido. Vigário é realmente uma família e desde então tenho muito orgulho em fazer parte, em defender sua bandeira e comunidade.  Vivi e vivo momentos inesquecíveis ali.


Como é a relação com seu mestre-sala?

- Nós somos irmãos de alma. Diego me entende só no olhar ou as vezes até antes dos olhares se cruzarem. Ele completa a minha dança e me dá forças quando eu preciso. Somos amigos de anos, desde o Ensino Médio. Ele é meu confidente e amigo, quem eu amo e confio.

Foto: Emerson Pereira

Você tem alguma inspiração no samba?

- Lucinha Nobre sempre foi e sempre será minha grande inspiração. Me inspiro também na Raphaela Caboclo e Thais Romi, que hoje são minhas grandes amigas. Delas vem a força e os conselhos para seguir cada dia melhor.


Como funciona a sua preparação para o desfile?

- Eu procuro me preparar física e psicologicamente durante todo o ano e não só perto do desfile para que tudo corra bem. Alterno exercícios físicos e ensaios, intensificando ao longo do período pré-carnaval. Procuro também através de meditações me manter tranquila e confiante, até a hora do desfile. 

Foto: Nobres Casais

Qual a mudança que o carnaval fez na sua vida?

- Na verdade o Carnaval não mudou só a minha vida, ele me mudou. Me mostrou que eu posso realizar todos os meus sonhos e confiar em mim mesma. Ser sambista me motiva todos os dias a mostrar quem eu sou e sempre melhorar.  Escola de Samba é pura cultura, é viver em sociedade, é ser solidário e pensar no próximo, é trabalho em equipe. Eu tenho muito orgulho de fazer parte do Carnaval.  


O que o carnaval significa para você em apenas uma palavra?

- Vida. Ali me sinto mais viva do que nunca.


 Aquele recado especial da Cris para os internautas do Folia do Samba e amantes do seu trabalho.

- Quero agradecer a todos os internautas e ao Folia do Samba pelo espaço para essa entrevista e o carinho de sempre comigo. Que a alegria do Carnaval transborde em nossos corações para que possamos levar a vida mais leve e com mais sorrisos!  

Foto: Emerson Pereira


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.