Conheça o samba-enredo oficial do Acadêmicos do Sossego para o próximo carnaval



 O Acadêmicos do Sossego, optando por não realizar disputa de samba-enredo para o próximo carnaval, divulgou a obra que embalará o enredo "Visões Xamânicas", desenvolvido pelo carnavalesco André Rodrigues, estreante na Azul e Branca do Largo da Batalha.


O hino oficial da agremiação foi composto por Diego Tavares ( in memoriam), Marcelo Adnet, Junior Fionda, Marcelinho Santos, Thiago Martins, Yago Pontes, Diego Nogueira, Rod Torres, Deodônio Neto, Gabriel Machado e Paulo Beckham.

- Foi uma honra poder gravar essa obra da Sossego. O resultado final ficou superou nossas expectativas. A obra foi composta com muito carinho e o resultado foi esse sambão que a Sossego levará para a Sapucaí e eu terei o prazer de cantar na avenida - revelou o intérprete Nino do Milênio.

No próximo desfile, a escola de Niterói levará uma saga épica imaginada entre o presente e futuro, com a narrativa inspirada em relatos de David Kopenawa o grande Xamã Yanonami. O enredo abordará o fato em que a humanidade se encontra exatamente, onde grandes profecias xamânicas disseram que chegaríamos: no colapso do planeta provocado por um sistema de ambição e consumo.

Compositores: Diego Tavares ( in memoriam), Marcelo Adnet, Junior Fionda, Marcelinho Santos, Thiago Martins, Yago Pontes, Diego Nogueira, Rod Torres, Deodônio Neto, Gabriel Machado e Paulo Beckham



PAJÉ VOLTOU PARA CONTAR QUE O CÉU DESABOU
FUMAÇA TRAZIAM SAGRADAS VISÕES
NA DANÇA ANCESTRAL ME REVELOU
DAS ERVAS EVOCOU OS GUARDIÕES

XAPIRI ME PERDOE DO QUE NÓS FIZEMOS DE URIHI
XAPIRI ENSINOU A CUIDAR E VAMOS DESTRUIR
A RAZÃO ANCESTRAL EVOCOU SUA VOZ
SÓ NÃO DEIXE O MUNDO CAIR SOBRE NÓS

OMAMA ESCONDEU NA FLORESTA
PEDAÇOS DO CÉU CONTRA OS OLHOS DA AMBIÇÃO
A GANÂNCIA SENTE FOME
E O MAL QUE NOS CONSOME MATA O HOMEM E O QUINHÃO

XAMÃ CURA A TERRA DA GUERRA DA GENTE
DOS MITOS QUE DEIXAM A TRIBO DOENTE
ENFIM DESCERÁ DE UMA ESTRELA UM ÍNDIO GUERREIRO
DE PELE VERMELHA CABOCLO FLECHEIRO

OKÊ OKÊ ARÔ... ODÉ ODÉ
A JUREMA QUE DESMATA TEM A CURA E O AXÉ
OKÊ OKÊ ARÔ... ODÉ ODÉ
“APESAR DE VOCÊ” EU AINDA MANTENHO A FÉ

EU NÃO LARGO DA BATALHA... SOSSEGO
NOSSA ALDEIA NUNCA FALHA... AUÊ AUÊ
SACUDINDO A POEIRA DAS CINZAS VOU RENASCER

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.